O Sal a Areia e a Brisa do Mar são os inimigos do seu Automóvel

Não há nada melhor do que sair de férias e levar a família e os amigos para passear nas praias do litoral brasileiro. Entretanto, é preciso ter alguns cuidados com o veículo antes e depois da viagem: a maresia, a areia e os congestionamentos nas estradas podem causar sérios estragos no carro.

De acordo com Pedro Luiz Scopino, responsável técnico da Auto Mecânica Scopino, um dos malefícios da maresia é a corrosão dos componentes de metal que não estão protegidos. “Bandejas, parafusos da suspensão, peças do sistema de freios e cabos que não estejam cobertos podem ter sua superfície comprometida pela ação do sal. Até mesmo a pintura do veículo sofre uma ação forte da maresia, que a deixa opaca e sem brilho”, explica Scopino.

Eric Zamignan Pabon, gerente administrativo da assistência técnica Auto K, recomenda a manutenção logo após o retorno do litoral. “A infiltração de água, sal e areia pode provocar danos ao veículo. As peças que mais sofrem são as que integram a carroceria. A ferrugem e a corrosão costumam aparecer nos espaços entre as borrachas, nas maçanetas, nos frisos do teto e nas portas, locais onde estas substâncias se depositam com mais frequência”, esclarece.

Outros itens do veículo que merecem atenção são: o sistema elétrico, a caixa de direção e os amortecedores. “Os conectores do sistema de injeção eletrônica e da bateria podem sofrer oxidação, provocando falhas no funcionamento do motor. No caso dos amortecedores, se os resíduos de areia chegarem a romper as coifas, podem comprometer o desempenho da suspensão do veículo”, afirma Pabon.

Para conter os estragos, Pabon e Scopino sugerem algumas medidas:

– Realizar a higienização completa do veículo, incluindo o motor e suas partes internas, é fundamental para mantê-lo em ordem e evitar a sua deterioração;

– Fazer revisão periódica do veículo e o enceramento a cada três meses para aumentar a proteção da lataria. Os processos de polimento e espelhamento também são indicados;

– Realizar check-up com um mecânico de confiança para verificação das peças de proteção como tampões, coifas e borrachas; e

– Lubrificar sistemas de suspensão e transmissão com graxa.

Engarrafamentos

O sal e a areia não são os únicos inimigos dos automóveis. Os congestionamentos nas estradas também podem danificar algumas partes do carro. Antes de viajar, Pabon aconselha checar diversos itens do carro: o sistema de arrefecimento do motor, o nível da água, as mangueiras, a válvula termostática, o sensor de temperatura, o nível de óleo, além do fluido de freio e embreagem.

“Podemos ter problemas de alto consumo de combustível e falhas no sistema de arrefecimento (troca de calor) do motor. Isso pode causar um superaquecimento do veículo ou até a parada do motor. Nestes casos, a manutenção preventiva é a melhor saída”, adverte Scopino. “Também pode ocorrer queima da junta do cabeçote, travamento do motor, falta de embreagem e freio, com a possibilidade de causar acidentes fatais”, completa Pabon.

  Fonte: Bradesco 

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: