Investigação de estupro coletivo no Rio passa às mãos de uma delegada após pressão

Investigação de estupro coletivo no Rio passa às mãos de uma delegada após pressão

Cristiana Bento, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, assume o caso

As investigações sofreram reviravoltas nos bastidores, mas ainda não avançaram

A investigação sobre o caso da jovem de 16 anos violentada no dia 21 no complexo de favelas São José Operário, zona oeste do Rio, sofreu reviravolta neste domingo, 29, ainda que haja pouco avanço nas investigações propriamente ditas. Nem Alessandro Thiers, o delegado da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática que estava apurando o crime, nem a advogada da adolescente, Eloísa Samy, estão mais no caso. Thiers foi afastado após Samy pressionar por sua saída e acusá-lo de agir de forma “machista” e de haver constrangido a vítima durante depoimento. A advogada deixou a defesa da adolescente a pedido da família. A partir de agora quem está à frente da investigação é a delegada Cristiana Bento, titular da DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima).

MAIS INFORMAÇÕES
Investigação de estupro coletivo no Rio passa às mãos de uma delegada após pressão Compartilhar estupro coletivo nas redes, a nova versão da barbárie brasileira
A cultura do estupro que condena as mulheres ao medo no Brasil
Reações ao estupro coletivo da jovem carioca mostram um país indignado
DEPOIMENTO COMEÇARIA COM “ME CONTA AÍ”
Neste domingo, mesmo dia em que passou ao programa de proteção de vítimas da Justiça do Rio de Janeiro, a menor de idade que sofreu um estupro coletivo foi entrevistada exclusivamente pelo Fantástico, da rede Globo.

Na entrevista à jornalista Renata Ceribelli, ela descreve o que recorda da violência que sofreu e também fala do depoimento na polícia, prestado um dia depois de voltar para casa. Nele, o delegado Alessandro Thiers, encarregado do caso no momento, teria começado a conversa expondo as fotos e o vídeo dela, que foram distribuídos pela internet, antes de pedir: “Me conta aí”. Ela teria pedido para interromper o depoimento – em que diz ter se sentido desconfortável todo o tempo – quando ele perguntou se ela tinha “o costume” de participar desse tipo de encontros e “se gostava”. O chefe da polícia do Rio de Janeiro, Fernando Veloso, disse ao Fantástico que vai apurar se a conduta do delegado foi inadequada.

A adolescente, que se sente atualmente “em cárcere privado”, tem certeza de que sofreu um estupro coletivo. Acredita que foi dopada, do contrário teria percebido que “tinha um cara debaixo de mim, um embaixo e dois me segurando quando eu acordei”. Disse também que a casa onde tudo aconteceu estava suja e que seus agressores tinham fuzis e a chamavam de “piranha” e “vagabunda”.

Desde que seu caso se tornou público, inclusive na imprensa nacional e internacional, a jovem diz que recebe milhares de mensagens no Facebook – grande parte delas dizendo que ela é mentirosa. Haveria, inclusive, ameaças de morte. Agora, ela quer “esquecer”. Agradece às mulheres que se mobilizaram para denunciar seu caso antes mesmo que ela o fizesse, até perante a família, “por vergonha”. Finaliza dizendo que deseja que seus algozes “tenham uma filha”.

O desgaste ao redor da investigação do estupro coletivo – que ocorreu há uma semana e tem mobilizado o país desde que veio à tona, no dia 25 – foi o motivo pelo qual o chefe da Polícia Civil, delegado Fernando da Silva Veloso, não tratou de contornar a pressão pela saída de delegado, tomando essa decisão antes da Justiça dar seu parecer oficial a respeito. Thiers provocou controvérsia ao afirmar que não haveria comprovação de estupro, que estava investigando “se houve consentimento dela, se ela estava dopada e se realmente os fatos aconteceram”.

leia mais em: Cristina Bento


Tomada de Constantinopla
No dia 29 de maio de 1453, os turcos otomanos, comandados pelo califa Maomé II, tomaram a cidade de Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia. O acontecimento marcou o fim do Império Romano e o início da Era Moderna. Com a conquista, os turcos bloquearam as milenares rotas de comércio entre a Europa e o Oriente.


Dia Mundial Sem Xixi na Cama

Hoje comemora-se mundialmente o Dia Mundial Sem Xixi na Cama, um transtorno chamado enurese noturna, caracterizado pela perda involuntária de xixi durante o sono e que pode trazer grande impacto emocional na vida de crianças e adolescentes a partir dos 5 anos de idade. E para trazer ainda mais força para a conscientização, uma campanha internacional realizada há quatro anos ganha destaque com o tema “Time to take action”, ou “Hora de agir” em tradução livre.

leia mais em: xixi na cama


Dia do Geógrafo

Comemora-se, no dia 29 de maio, o dia do geógrafo. O profissional formado em Geografia é responsável por estudar, analisar e compreender a lógica de produção e transformação do espaço humanizado, bem como a relação desse com o meio natural. Assim, a pertinência do geógrafo é a abordagem da interação entre natureza e sociedade.

Aqueles que pretendem seguir carreira nessa área poderão optar pela licenciatura e pelo bacharelado. Os licenciados tornar-se-ão aptos a ministrar aulas na disciplina de Geografia no ensino fundamental e médio, necessitando de especialização, mestrado e/ou doutorado para lecionar em nível superior. Já os bacharéis, após formados, deverão filiar-se ao CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), trabalhando através de pareceres técnicos em diversos campos, como planejamento urbano, estudo de impactos socioambientais, contenção de problemas erosivos, entre outros importantes méritos.

leia mais em: dia do Geógrafo

Fatos históricos
  • 1385 — A batalha de Trancoso entre forças Portuguesas e Castelhanas é primeiro sinal da vitória dos portugueses durante o Interregno que é a Crise de 1383-1385.
  • 1453 – Constantinopla, capital do Império Bizantino, é tomada pelas forças turcas, o que marca o fim da Idade Média e o começo da Idade Moderna.
  • 1765 – O czar Pedro II assume o trono da Rússia.
  • 1791 – Revolução francesa: fala-se pela primeira vez no lema Liberdade, Igualdade, Fraternidade, na Sociedade de Amigos dos Direitos Humanos, que estudavam a possibilidade de que cada soldado levasse no peito uma placa com essas palavras.
  • 1877 – Depois de intenso combate, o navio peruano Huáscar afunda os navios britânicos Shah e Amethist.
  • 1879 – O Congresso Internacional de Geografia, reunido em Paris, aprova o projeto de Lesseps para a abertura do Canal do Panamá.
  • 1913 – Estréia em Paris de A consagração da Primavera, de Stravinski, com coreografia de Nijinski.
  • 1914 – Morrem 1.023 das 1.467 pessoas que o transatlântico Empress of Irelandtransportava. Ele afundou após chocar-se com o cargueiro norueguês Storstad, devido ao nevoeiro no estuário do Rio São Lourenço, no Canadá.
  • 1917 – Nasce John F. Kennedy, ex-presidente dos Estados Unidos.
  • 1923 – Os britânicos suspendem a constituição palestina, depois que os árabes se negam a cooperar.
  • 1953 – Os alpinistas Edmond Hillary, da Nova Zelândia, e Tensing Norkay, do Nepal, são os primeiros homens a chegar ao topo do monte Everest (8.850 metros), o mais alto da Terra.
  • 1958 – Morre Juan Ramón Jiménez, escritor espanhol, Prêmio Nobel 1956.
    1969 – Estoura em Córdoba (Argentina) um movimento de trabalhadores e estudantes, conhecido como o Cordobazo, , que causou a morte de 14 pessoas.
  • 1970 – É seqüestrado e depois assassinado o ex-presidente argentino Pedro Eugenio Aramburu, por um grupo denominado os Montoneros.
  • 1972 – Os presidentes dos Estados Unidos, Richard Nixon, e da União Soviética, Leonid Brezhnev, assinam um tratado de coexistência pacífica
  • 1985 – Em distúrbios provocados por desordeiros britânicos, morrem 38 pessoas e 375 ficam feridas num estádio de futebol de Bruxelas.
  • 1988 – Começa em Moscou a reunião de cúpula Reagan-Gorbachov em que se foi acertado um acordo sobre a notificação prévia do lançamento de mísseis intercontinentais e outro sobre a verificação conjunta de provas atômicas.
  • 1989 – Declarado o estado de sítio na Argentina devido à onda de saques a estabelecimentos comerciais, provocada pela crise econômica. Os conflitos causam a morte de doze pessoas e deixam uma centena de feridos.
  • 1990 – Boris Yeltsin vence as eleições para a presidência da República Russa.
  • 1990 – Mais de 800 feridos em terremoto no norte do Peru.
  • 1991 – O presidente americano, George Bush, propõe a proibição de programas de armas nucleares no Oriente Médio.
  • 1992 – O governo dos Estados Unidos envia reforços para ajudar a supervisionar a volta de haitianos repatriados por ordem do presidente americano.
  • 1993 – Chega à Guatemala uma delegação da OEA, para discutir o estado de emergência e dRedação Terrander o retorno à democracia.
  • 1994 – Erich Honecker, governante da Alemanha Oriental por 18 anos, morre no Chile.
  • 1996 – Benjamín Netanyahu, líder do partido conservador Likud, é eleito primeiro-ministro de Israel.
  • 1997 – As autoridades de Angola anunciam que seu exército ocupa uma boa parte do norte do país, até então controlado pelo movimento rebelde Unita.
  • 1999 – Olusegun Obasanjo assume a presidência da Nigéria tornando-se o primeiro civil a ocupar o cargo após 15 anos de regimes militares.
  • 2000 – Alberto Fujimori se declara presidente eleito do Peru antes da data oficial, e seu opositor, Alejandro Toledo convoca uma marcha pacífica para anular as eleições.
  • 2001 – A União Européia fixa em oito anos de prisão a pena mínima para aqueles que facilitarem a entrada de imigrantes ilegais.
  • 2005 — A população francesa rejeita a Constituição Europeia.

SOU ESSA FLOR

Tua vida é um grande rio, vai caudalosamente,
a sua beira, invisível, eu broto docemente.
Sou essa flor perdida entre juncos e achiras
que piedoso alimentas, mas acaso nem olhas.

Quando cresces me levas e morro em teu seio,
quando secas morro pouco a pouco no lodo;
Mas de novo volto a brotar docemente
quando nos dias belos vais caudalosamente.

Sou essa flor perdida que brota nas tuas margens
humilde e silenciosa todas as primaveras

Alfonsina Storni 

Foto do Dia

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nascimentos
»1421 — Carlos, Príncipe de Viana (m. 1461).
1439 — Papa Pio III (m. 1503).
1568 — Virgínia de Médici, duquesa de Módena e Régio (m. 1615).
1627 — Ana Maria Luísa de Orleães, duquesa de Montpensier (m. 1693).
1698 — Edmé Bouchardon, escultor francês (m. 1762).
1630 — Carlos II de Inglaterra (m. 1685).
1716 — Louis Daubenton, naturalista francês (m. 1800).
1767 — Philippe Lebon, inventor francês (m. 1804).
1794 — Antoine Bussy, farmacêutico e químico francês (m. 1882).
1846 — Albert Apponyi, aristocrata e político húngaro (m. 1933).
1860 — Isaac Albéniz, músico espanhol (m. 1909).
1867 — Adolfo Caminha, escritor brasileiro (m. 1897),
1874 — G. K. Chesterton, escritor britânico (m. 1936).
1880 — Oswald Spengler, filósofo e historiador alemão (m. 1936).
1892 — Alfonsina Storni, poetista suíça (m. 1938).
1894 — Josef von Sternberg, diretor, roteirista e produtor de cinema austríaco (m. 1969).
1903 — Bob Hope, ator e comediante britânico (m. 2003).
1905 — Sebastian Lewis Shaw, ator, novelista e diretor estadunidense (m. 1994).
1906 — T. H. White, escritor britânico (m. 1964).
1910 — Ralph Metcalfe, atleta e político estadunidense (m. 1978).
1917
John Fitzgerald Kennedy, político estadunidense (m. 1963).
Marcel Trudel, historiador e escritor canadense (m. 2011).
1920 — John Harsanyi, economista húngaro (m. 2000).
1921 — Clifton James, ator estadunidense.
1926 — Abdoulaye Wade, político senegalês.
1929 — Betty Grafstein, empresária portuguesa.
1932 — Richie Guerin, ex-jogador estadunidense de basquete.
1939
Al Unser, ex-automobilista estadunidense.
Emilio Di Biasi, ator e diretor brasileiro.
1940
Farooq Leghari, político paquistanês (m. 2010).
Taihō Kōki, lutador de sumô japonês (m. 2013).
1944 — Maurice Bishop, político granadino (m. 1983).
1945
Gary Brooker, músico britânico.
Manuel Almeida Duarte, ex-futebolista português.
1946
Héctor Yazalde, futebolista argentino (m. 1997).
Jair Pereira, treinador brasileiro de futebol.
1948 — Nick Mancuso, ator ítalo-canadense.
1950 — Rebbie Jackson, atriz e cantora estadunidense.
1953 — Danny Elfman, músico estadunidense.
1954 — John Hencken, ex-nadador estadunidense.
1955 — Mike Porcaro, músico estadunidense (m. 2015).
1956 — Blairo Maggi, político brasileiro.
1957 — Ted Levine, ator estadunidense.
1958
Annette Bening, atriz estadunidense.
Juliano Mer-Khamis, ator, diretor e ativista israelense (m. 2011).
1959
Gretchen, cantora brasileira.
Rupert Everett, ator britânico.
Maribel Guardia, atriz e modelo costarriquenha.
1961 — Melissa Etheridge, cantora estadunidense.
1962 — Luís Roberto, apresentador e locutor esportivo brasileiro.
1963
Débora Bloch, atriz brasileira.
Ukyo Katayama, ex-automobilista japonês.
Blaze Bayley, músico britânico.
1965
Marcelo Ramírez, ex-futebolista chileno.
Pierre Aubameyang, ex-futebolista gabonês.
Emilio Sánchez, ex-tenista espanhol.
1967
Noel Gallagher, músico britânico.
Alexandre Gallo, ex-futebolista e treinador brasileiro de futebol.
1968 — Jorge Gabriel, apresentador de televisão português.
1969 — Peter Karlsson, mesa-tenista sueco.
1970
Roberto Di Matteo, ex-futebolista e treinador de futebol italiano.
Sergey Zlobin, automobilista russo.
1973
Alpay Özalan, ex-futebolista turco.
Carlos Bonow, ator brasileiro.
1975
Danton Mello, ator brasileiro.
Melanie Brown (Mel B), cantora britânica.
1976
Caçapa, ex-futebolista brasileiro.
Yegor Titov, ex-futebolista russo.
1977
Lebo-Lebo, futebolista angolano.
Zé Diogo Quintela, humorista português.
Massimo Ambrosini, ex-futebolista italiano.
Marco Cassetti, futebolista italiano.
1978
Sébastien Grosjean, ex-tenista francês.
Jorginho, futebolista português.
1979
Arne Friedrich, futebolista alemão.
Brian Kendrick, wrestler estadunidense.
Martin Stocklasa, futebolista liechtensteinense.
Flávia Guedes, atriz brasileira.
1980 — Ernesto “Tecla” Farías, futebolista argentino.
1981
Juliana Knust, atriz brasileira.
Fernanda Motta, modelo e apresentadora brasileira.
Andrey Arshavin, futebolista russo.
Justin Chon, ator estadunidense.
Sacha Bali, ator brasileiro.
1982
Ana Beatriz Barros, modelo brasileira.
Dennis Masina, futebolista suazi.
André Ghem, tenista brasileiro.
1983
Alberto Medina, futebolista mexicano.
Jean Makoun, futebolista camaronês.
1984
Carmelo Anthony, jogador de basquete estadunidense.
Prapawadee Jaroenrattanatarakoon, atleta tailandesa de levantamento de peso.
Gabriel Enrique Gómez. futebolista panamenho.
1985
Simone Bentivoglio, futebolista italiano.
Ignacio Scocco, futebolista argentino.
Kyra Gracie, lutadora brasileira de jiu-jitsu.
Hernanes, futebolista brasileiro.
Nicolás Riera, ator e cantor argentino.
1986
Adriano Bispo, futebolista brasileiro.
Caio, futebolista brasileiro.
Eleazar Gómez, ator e cantor mexicano.
Darya Kustova, tenista bielorrussa.
Dylan Postl, wrestler estadunidense.
1987
Léo Veloso, futebolista brasileiro.
Alessandra Torresani, atriz estadunidense.
Yanet Bermoy, judoca cubana.
Kenny de Schepper, tenista francês.
1988 — Cheng Fei, ginasta chinesa.
1989
Petros, futebolista brasileiro.
Brandon Mychal Smith, ator estadunidense.
1990 — Marinho, futebolista brasileiro.
1992 — Gregg Sulkin, ator britânico.
1993 — Jana Čepelová, tenista eslovaca.
1994 — Paloma Kwiatkowski, atriz canadense.
1998 — Lucía Gil, cantora e atriz espanhola.
1999 — Park Ji-hoon, cantor sul-coreano.
Falecimentos
»1040 — Reinaldo I de Nevers (n. 1000).
1259 — Cristóvão I da Dinamarca (n. 1219).
1331 — Jaime II de Maiorca (n. 1243).
1379 — Henrique II de Castela (n. 1334).
1453 — Constantino XI Paleólogo, imperador bizantino (n. 1404).
1500 — Bartolomeu Dias, explorador português (n. 1450).
1814 — Josefina de Beauharnais, imperatriz consorte francesa (n. 1763).
1847 — Emmanuel de Grouchy, general francês (n. 1766).
1867 — Carlos de Morais Camisão, militar brasileiro (n. 1824).
1873 — Frederico de Hesse e Reno (n. 1869).
1892 — Bahá’u’lláh, líder religioso persa (n. 1817).
1910 — Mily Balakirev, compositor russo (n. 1837).
1914 — Paul von Mauser, empresário e desenhador de armas alemão (n. 1838).
1921 — Abbott Handerson Thayer, artista e naturalista norte-americano (n. 1849).
1923 — Adolf Oberländer, pintor e caricaturista alemão (n. 1845).
1940 — Mary Anderson, atriz norte-americana (n. 1859).
1958 — Juan Ramón Jiménez, escritor espanhol (n. 1881).
1979 — Mary Pickford, atriz canadense (n. 1892).
1980 — Max, fadista português (n. 1918).
1982 — Romy Schneider, atriz austríaca (n. 1938).
1994 — Erich Honecker, político alemão (n. 1912).
1997 — Jeff Buckley, músico, cantor e compositor estadunidense (n. 1966).
1999 — João Carlos de Oliveira, atleta brasileiro (n. 1954).
2006 — Johnny Servoz-Gavin, automobilista francês (m. 1942).
2008 — Luc Bourdon, jogador de hóquei no gelo canadense (n. 1987).
2009 — Karine Ruby, snowboarder francesa (n. 1978).
2010 — Dennis Hopper, ator e diretor estadunidense (n. 1935).
2011
Sergei Bagapsh, político russo (n. 1949).
Ferenc Mádl, político húngaro (n. 1930).
2013 — Márcio Ribeiro, ator, apresentador e comediante brasileiro (n. 1964).
Liturgia Católica

Santo Maximino, bispo da Igreja, viveu seu magistério e serviço à Palavra sob ataques

Nasceu na França no século IV e muito cedo sentiu o chamado a vida sacerdotal.

Sucedeu Agrício e teve que combater o Arianismo, que confundia muitos cristãos.

São Maximino apoiou Santo Atanásio nessa luta, sofreu com ele, e se deparou até com o Imperador. Bispo da Igreja, viveu seu magistério e serviço à Palavra sob ataques, mas não conseguiram matá-lo. Viveu até o ano de 349 deixando este testemunho e convocação: sermos cooperadores da verdade.

O santo de hoje é um ícone do amor a Cristo, à Igreja e à Verdade.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: