Morre uma das maiores figuras nos últimos 50 anos, Leonel Brizola.

Leonel Brizola morre no Rio

A política brasileira perdeu no dia 21 de junho de 2004 uma de suas maiores figuras nos últimos 50 anos. O presidente nacional do PDT e ex-governador do RJ e RS, Leonel Brizola morreu, aos 82 anos, vítima de uma infecção pulmonar. Ele foi internado à tarde e seria transferido para outro hospital quando se sentiu mal, vindo a sofrer no fim da tarde, um ataque cardíaco.

Brizola era natural do povoado de Cruzinha, que pertencia a Passo Fundo (RS).

Em 1931, a cidade natal passou a pertencer a Carazinho (RS). Destacado líder nacionalista, ele é considerado herdeiro político de Getúlio Vargas e de João Goulart, dois ex-presidentes brasileiros. Antes mesmo de entrar na faculdade, Brizola já havia iniciado sua carreira política. Em 1945, se filiou ao PTB e, dois anos mais tarde, era eleito deputado estadual pelo Rio Grande do Sul.

Em 1949, ele se formou em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. No ano seguinte, casou com Neuza Goulart, irmã do ex-presidente João Goulart (1961/64). Seu padrinho de casamento foi Getúlio Vargas.

Em 1951, perdeu a eleição para a prefeitura de Porto Alegre, mas, em 1954, concorreu novamente e garantiu a vitória. Brizola tornou-se muito popular e não teve dificuldade em se eleger governador do estado gaúcho em 1958.

Em 1962, foi eleito, pela primeira vez, deputado federal pelo antigo Estado da Guanabara, com uma votação recorde – 269 mil votos. Em seus discursos, Brizola defendia a implantação da reforma agrária e a distribuição de renda no Brasil. Porém, com a deposição do presidente João Goulart pelos militares, em 1964, ele teve que se exilar no Uruguai. Brizola só retornou ao Brasil em 1979, com a Lei da Anistia. Depois de perder o partido do PTB, Brizola fundou o PDT, legenda pelo qual venceu as eleições para governador do Rio de Janeiro, em 1983. A marca registrada da sua administração foram os Cieps, os centros integrados de educação. Em 1984, apoiou a campanha das Diretas Já.

Em 1989, disputou a primeira eleição direta à Presidência da República no Brasil desde o período militar e ficou em terceiro lugar. Na época, no segundo turno, apoiou Luiz Inácio Lula da Silva, que foi derrotado por Fernando Collor. No ano seguinte, elegeu-se novamente governador do Rio de Janeiro. Depois, em 1994, voltou a se candidatar à presidência da república, mas teve somente 3,2% dos votos válidos. Quatro anos depois, em 1998, tentou mais uma vez chegar ao Palácio do Planalto, desta vez como vice do candidato Lula, porém voltou a sofrer uma nova derrota, quando Fernando Henrique Cardoso foi reeleito. Depois, vieram mais duas derrotas: a Prefeitura do Rio de Janeiro (2000) e o Senado (2002). Em 2003, com Lula como presidente, Brizola rompeu com a base aliada e virou um crítico da administração federal.

leia mais em: Leonel Brizola

Fatos históricos
  • 1505 — Júlio II requer 200 guardas mercenários suíços para defesa dos Estados Pontificados. As tropas chegam ao Vaticano a 22 de janeiro de 1506, data atribuída à criação da Guarda Suíça.
  • 1640 — Chega de Lisboa à Bahia a esquadra que trazia o Marquês de Montalvão, primeiro vice-rei nomeado para o Brasil.
  • 1662 — Padre António Vieira é intimado a depor perante o Tribunal da Inquisição, dando origem à “Resposta aos 25 Capítulos” da acusação instituída contra ele.
  • 1764 — A missão do Miranda (no extremo sul do Ceará) é elevada à categoria de vila, e tem o seu nome modificado para Vila Real do Crato, em homenagem ao município homônimo localizado no Alentejo português.
  • 1788 — New Hampshire torna-se o nono estado norte-americano, após ter ratificado a Constituição americana.
  • 1788 – A Constituição dos Estados Unidos é adotada oficialmente, retardada por uma convenção constituinte reunida na Filadélfia.
  • 1819 – Nascimento de Jacques Offenbach, compositor francês de origem alemã.
  • 1837 – Proclamação de Vitória I como Rainha da Inglaterra.
  • 1905 – Nascimento de Jean Paul Sartre, escritor e filósofo francês.
  • 1906 – O senado norte-americano aprova a construção do Canal do Panamá.
  • 1908 – Duzentas e cinqüenta mil mulheres se reúnem em Hyde Park (Londres) para reclamar seu direito ao voto.
  • 1908 – Morre Rimsky-Korsakov, compositor russo.
  • 1911 – Porfirio Díaz, presidente do México, se exila em Paris.
  • 1919 – Os alemães afundam 70 barcos de guerra de sua frota em Scapa Flow (ilhas Orcadas, ao norte da Grã-Bretanha) para não entregá-los aos ingleses, violando as condições do armistício.
  • 1921 – Nascimento de Jane Rusell, atriz norte-americana.
  • 1933 – Hitler proíbe a existência do Partido Social-Democrata na Alemanha.
  • 1935 – Nascimento de Francoise Sagan, escritora francesa.
  • 1940 – Segunda Guerra Mundial: o governo do general Petain autoriza os chefes dos  exércitos franceses do Leste a entregar as armas, quando as tropas ficam cercadas por seis divisões e dois mil carros blindados alemães.
  • 1941 – A Alemanha nazista declara guerra à União Soviética.
  • 1942 — Segunda Guerra Mundial: Tobruk é tomada pelas tropas italianas e alemãs.
  • 1948 – Nascimento de Ian McEwan, escritor britânico.
  • 1963 – O cardeal Giovanni Montini é eleito Papa e toma o nome de Paulo VI.
  • 1964 — Luta pelos direitos cívicos, nos EUA. Morte de três ativistas, na região de Meridian, deixa o “Mississípi em chamas”.
  • 1966 – Fabricio Ojeda, chRedação Terra do Movimento Revolucionário da Venezuela, se suicida na prisão de Guaíra.
  • 1970 – No Equador, o presidente Velasco Ibarra suspende a Constituição, dissolve o Congresso e se atribui plenos poderes.
  • 1970
    O Brasil vence seu terceiro campeonato mundial de futebol ao vencer a Itália por 4 a 1, no México.
    Morre Ahmed Sukarno, estadista indonésio.
  • 1978 — Estreia do musical “Evita”, de Andrew Lloyd Webber, em Londres.
  • 1981 – Socialistas e liberais de esquerda conseguem a maioria absoluta nas eleições para a Assembléia Nacional francesa.
  • 1982 — John Hinckley, Jr. é declarado culpado pela tentativa de assassinato do presidente Ronald Reagan.
  • 1986 – Ao menos 200 pessoas morrem soterradas em um deslizamento de terra na província equatoriana de Putumayo.
  • 1990
    Um abalo sísmico na fronteira do norte do Irã e Azerbaijão deixa 40 mil mortos e 50 mil feridos.
    Os Parlamentos da República Democrática Alemã e da Alemanha Federal aprovam o Tratado de União Monetária, Económica e Social, para a reunificação.
  • 1992
    Primeiras eleições gerais democráticas na Etiópia, em que 33 milhões de cidadãos escolhem um governo federativo.
    Entra em vigor a nova Constituição do Paraguai, que derruba a promulgada durante a ditadura de Alfredo Stroessner.
  • 1994 — Vergílio Ferreira vence o Grande Prêmio de Romance e Novela da APE com “Na Tua Face”.
  • 1999 – A OTAN confirma o final da retirada das tropas sérvias de Kosovo, seguindo o calendário acordado. A guerrilha albano-kosovar se compromete a desmilitarizar-se em um prazo de 90 dias.
  • 2000 – O governo chileno aprova a lei que preserva a identidade daqueles que apresentarem provas sobre o paradeiro dos desaparecidos durante a ditadura.
  • 2004
    O presidente nacional do PDT e ex-governador do RJ e RS, Leonel Brizola morre, aos 82 anos, no Rio de Janeiro vítima de uma infecção pulmonar.
    SpaceShipOne: Voo inicial da primeira nave espacial construída por empresas particulares.
  • 2006 — Descobertos dois satélites de Plutão, batizados de Nix e Hydra.
  • 2009 — A Gronelândia passa a ter um sistema de autorregulamentação.
  • 2011 — Toma posse o XIX Governo Constitucional de Portugal.

Um amor, uma carreira, uma revolução: outras tantas coisas que se começam sem saber como acabarão.

O homem está condenado a ser livre, condenado porque ele não criou a si, e ainda assim é livre. Pois tão logo é atirado ao mundo, torna-se responsável por tudo que faz.

Ainda que fôssemos surdos e mudos como uma pedra, a nossa própria passividade seria uma forma de ação.

Jean-Paul Sartre

Foto do Dia

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nascimentos
»598 — Papa Martinho I (m. 655).
1002 — Papa Leão IX (m. 1054).
1226 — Boleslau V, duque de Sandomierz (m. 1279).
1528 — Maria de Espanha, Imperatriz da Alemanha (m. 1603).
1535 — Leonhard Rauwolf, físico e botânico alemão (m. 1596).
1640 — Abraham Mignon, pintor neerlandês (m. 1679).
1646 — Maria Francisca de Saboia, Rainha de Portugal (m. 1683).
1732 — Johann Christoph Friedrich Bach, compositor alemão (m. 1795).
1750 — Pierre-Nicolas Beauvallet, escultor e desenhista francês (m. 1818).
1774 — Daniel D. Tompkins, político americano (m. 1825).
1781 — Siméon Denis Poisson, matemático francês (m. 1840).
1788 — Augusta da Baviera (m. 1850).
1811 — Carlo Matteucci, físico italiano (m. 1868).
1813 — William Edmondstoune Aytoun, poeta britânico (m. 1865).
1830 — Luís Gama, advogado, jornalista e escritor brasileiro (m. 1882).
1839 — Machado de Assis, escritor brasileiro (m. 1908).
1863 — Max Wolf, astrônomo alemão (m. 1932).
1868
Graça Aranha, escritor brasileiro (m. 1931).
Edwin Stephen Goodrich, zoólogo alemão (m. 1946).
1870 — Clara Immerwahr, química alemã (m. 1915).
1882 — Lluís Companys, político espanhol (m. 1940).
1889 — Ralph Craig, atleta estadunidense (m. 1972).
1890 — Frank Sherman Land, empresário estadunidense (m. 1959).
1892 — Reinhold Niebuhr, teólogo estadunidense (m. 1971).
1905 — Jean-Paul Sartre, filósofo francês (m. 1980).
1914 — William Vickrey, economista canadense (m. 1996).
1919 — Nélson Gonçalves, cantor brasileiro (m. 1998).
1920 — Carlos Scliar, desenhista, gravurista e pintor brasileiro (m. 2001).
1921
Jane Russell, atriz e cantora estadunidense (m. 2011).
Judy Holliday, atriz e cantora estadunidense (m. 1965).
1924 — Ricardo Infante, futebolista argentino (m. 2008).
1925
Maureen Stapleton, atriz estadunidense (m. 2006).
Luis Adolfo Siles Salinas, político boliviano (m. 2005).
Giovanni Spadolini, político italiano (m. 1994).
1927 — Fernando Faro, produtor musical brasileiro (m. 2016).
1933 — Bernie Kopell, ator estadunidense.
1935 — Françoise Sagan, escritora francesa (m. 2004).
1937 — John Cannon, automobilista canadense (m. 1999).
1940
Enn Klooren, ator estoniano (m. 2011).
Miguel Loayza, futebolista peruano (m. 2017).
1941
Eduardo Suplicy, político brasileiro.
Lyman Ward, ator canadense.
1944
Corinna Tsopei, ex-modelo e atriz grega.
Ray Davies, músico britânico.
1946
Brenda Holloway, cantora e compositora estadunidense.
Per Eklund, piloto sueco de ralis.
1947
Meredith Baxter, atriz estadunidense.
Joey Molland, músico britânico.
Shirin Ebadi, jurista, advogada e ativista iraniana.
1948
Tim Wood, ex-patinador artístico estadunidense.
Andrzej Sapkowski, escritor polonês.
1949 — Luís Pereira, ex-futebolista brasileiro.
1950
Joey Kramer, baterista estadunidense.
Vasilis Papakonstantinou, cantor grego.
Gérard Lanvin, ator francês.
Almir Chediak, produtor musical, empresário, violonista e compositor brasileiro (m. 2003).
John Paul Young, cantor britânico-australiano.
1951 — Miguel Ángel Gamboa, ex-futebolista chileno.
1952 — Marcella Detroit, cantora estadunidense.
1953 — Benazir Bhutto, política paquistanesa (m. 2007).
1954
Robert Menasse, escritor austríaco.
Augustus Pablo, músico jamaicano (m. 1999).
1955
Michel Platini, ex-futebolista francês.
Juan Carlos Orellana, ex-futebolista chileno.
1956 — Roberto Mosquera, ex-futebolista peruano.
1958 — Raúl Ormeño, ex-futebolista chileno.
1961
Manu Chao, músico francês.
Kip Winger, músico estadunidense.
Joko Widodo, político indonésio.
1964
Lorena Calábria, jornalista e apresentadora de televisão brasileira.
Doug Savant, ator britânico.
Dean Saunders, ex-futebolista e treinador de futebol britânico.
Ana Martel, cantora e compositora brasileira.
David Morrissey, ator britânico.
1965 — Yang Liwei, astronauta chinês.
1966
Lucas Alcaraz, ex-futebolista e treinador de futebol espanhol.
Gretchen Carlson, ex-modelo e apresentadora estadunidense.
1967
Carrie Preston, atriz estadunidense.
Yingluck Shinawatra, política tailandesa.
Pierre Omidyar, empresário francês.
1970
Pete Rock, rapper e produtor musical estadunidense.
Antônio Carlos Roy, treinador brasileiro de futebol.
1971
Faryd Mondragón, ex-futebolista colombiano.
Anette Olzon, cantora sueca.
1973
Juliette Lewis, atriz e cantora estadunidense.
Vīts Rimkus, ex-futebolista letão.
Frank Vogel, treinador de basquete estadunidense.
1974
Flavio Roma, futebolista italiano.
Antonino Bernardini, ex-futebolista italiano.
Davide Bombardini, futebolista italiano.
1976
Mike Einziger, músico estadunidense.
René Aufhauser, ex-futebolista austríaco.
Miroslav Karhan, ex-futebolista eslovaco.
Marcos, futebolista brasileiro.
1978
Cristiano Lupatelli, ex-futebolista italiano.
Erica Durance, atriz canadense.
1979
Chris Pratt, ator estadunidense.
Kostas Katsouranis, ex-futebolista grego.
1980
Branko Bošković, futebolista sérvio.
Federico Kammerichs, ex-basquetebolista argentino.
1981
Brandon Flowers, músico estadunidense.
An Qi, futebolista chinês.
Christian Montanari, piloto samarinês de corridas.
1982
Guilherme, Duque de Cambridge.
Elcio Coronato, apresentador de televisão brasileiro.
Roman Adamov, futebolista russo.
Danny Buijs, futebolista holandês.
1983
Bjørn Helge Riise, futebolista norueguês.
Edward Snowden, analista de sistemas estadunidense.
1984
Michael Quiñónez, futebolista equatoriano.
Pape Diakhaté, futebolista senegalês.
Alicia Alighatti, atriz estadunidense.
Milton Barros, basquetebolista angolano.
Erick Silva, lutador brasileiro de artes marciais mistas.
1985
Lana Del Rey, cantora estadunidense.
Kazuhiko Chiba, futebolista japonês.
Kris Allen, cantor, compositor e músico estadunidense.
Diones, futebolista brasileiro.
1986
Bruno Coutinho, futebolista brasileiro.
Cheick Tioté, futebolista marfinense (m. 2017).
Jean-Eudes Maurice, futebolista haitiano.
1987
Sebastian Prödl, futebolista alemão.
Pablo Barrera, futebolista mexicano.
Kim Ryeo-wook, cantor, compositor e ator sul-coreano.
1988
Isaac Vorsah, futebolista ganês.
Paolo Tornaghi, futebolista italiano.
1989 — Madison Parker, atriz húngara.
1990
Ričardas Berankis, tenista lituano.
François Moubandje, futebolista suíço.
Håvard Nordtveit, futebolista norueguês.
1991
Pablo Nascimento Castro, futebolista brasileiro.
Gaël Kakuta, futebolista francês.
Fakhreddine Ben Youssef, futebolista tunisiano.
1994 — Chisato Okai, cantora e atriz japonesa.
1997 — Rebecca Black, atriz e cantora estadunidense.
2000 — Natalie Alyn Lind, atriz estadunidense.
Falecimentos
»1040 — Fulco III de Anjou (n. 965).
1208 — Filipe da Suábia (n. 1176).
1305 — Venceslau II da Boêmia (n. 1271).
1377 — Eduardo III de Inglaterra (n. 1312).
1521 — Leonardo Loredano, doge de Veneza (n. 1436).
1527 — Nicolau Maquiavel, historiador e cientista político italiano (n. 1469).
1582 — Nobunaga Oda, general japonês (n. 1534).
1820 — Alexis Thérèse Petit, físico francês (n. 1791).
1876 — Antonio López de Santa Anna, político e militar mexicano (n. 1794).
1886 — Daniel Dunglas Home, médium britânico (n. 1833).
1908 — Nikolai Rimsky-Korsakov, compositor russo (n. 1844).
1940 — Édouard Vuillard, pintor francês (n. 1868).
1942 — Teixeira Lopes, escultor português (n. 1866).
1954 — Gideon Sundbäck, engenheiro e inventor sueco (n. 1880).
1969 — Henriqueta Martins Catharino, feminista e educadora brasileira (n. 1886).
1970 — Sukarno, político indonésio (n. 1901).
2001 — John Lee Hooker, músico estadunidense (n. 1917).
2004 — Leonel Brizola, político brasileiro (n. 1922).
2008 — Scott Kalitta, piloto estadunidense de dragsters (n. 1962).
2010 — Hermann Gonçalves Schatzmayr, virologista brasileiro (n. 1936).
2012 — Ramaz Shengelia, futebolista georgiano (n. 1957).
2013
Alen Pamić, futebolista croata (n. 1989).
Margret Göbl, patinadora artística alemã (n. 1938).
Liturgia Católica

São Luís Gonzaga, dava testemunho do Evangelho e se consagrou a Nossa Senhora

Considerado o “Patrono da Juventude”, São Luís Gonzaga nasceu no ano de 1568 na Corte de Castiglione. Recebeu por parte de sua mãe a formação cristã. Já seu pai o motivava a ser príncipe. Sua família tinha muitas posses mas, graças ao amor de Deus, Luís – desde cedo – deixou-se possuir por esse amor.

Com dez anos de idade, na corte, frequentando aqueles meios, dava ali testemunho do Evangelho e se consagrou a Nossa Senhora. Ali descobriu seu chamado à vida religiosa e queria ser padre. Seu pai, ao saber disso, o levava para festas mundanas, na tentativa de fazê-lo desistir de sua vocação.

Entrou para a Companhia de Jesus onde viveu durante seis anos.

Com pouco mais de vinte anos, faleceu de uma peste que havia se espalhado em Roma.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: