Raimundo de Farias Brito

Raimundo de Farias Brito
nasceu em São Benedito, CE, 24 de julho de 1862 — faleceu no Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1917,  foi um escritor e filósofo brasileiro, sendo considerado como um dos maiores nomes do pensamento filosófico do país e autor de uma das mais completas obras filosóficas produzidas originalmente no Brasil, em que identificou os planos do conhecimento e do ser, voltando dogmaticamente à metafísica tradicional, de caráter espiritualista.

Em suas primeiras obras – Finalidade do mundo (3 vols.: 1895, 1899 e 1905) e A verdade como regra das ações (1905) -, Farias Brito propõe-se a combater o materialismo, a teoria da evolução e o relativismo. Sua ideia de Deus, nessa época, é a de um princípio que explica a natureza e serve de base ao mecanismo da ordem moral na sociedade, “indicando o ideal da conduta pela concepção da finalidade das coisas”.

Deus, para Farias Brito, é a substância infinita, o mundo, sua função permanente, constitutivo da sua própria atividade. Prova-se a sua existência pela regularidade das leis da natureza.

Espiritualismo

Em A base física do espírito (1912) e O mundo interior (1914), Farias Brito caminha para um espiritualismo mais pronunciado, apoiando-se em Bergson. Nega a matéria, considerando os corpos como simples fenômenos. Também critica Kant, identificando os planos do conhecimento e o do ser – e abraçando, de maneira dogmática, a metafísica tradicional, de caráter espiritualista. Sua obra, assim, seria uma espécie de neotomismo, um renascimento, no Brasil, da escolástica.

Na opinião de Alfredo Bosi, o espiritualismo de Farias Brito baseia-se em Spinoza.

leia mais em: Farias Brito


O Libertador
Em 24 de julho de 1783, nasce o militar e político venezuelano Simón Bolivar. Desde 1813, ele se torna o condutor da revolução que culmina com a independência da América do Sul, motivo pelo qual é conhecido como o Libertador. Bolívar viaja por diversos países da Europa e, em 1819, cria a República da Colômbia.

Fatos históricos
  • 1148 — Primeiro dia do Cerco de Damasco por tropas da Segunda Cruzada, com o objetivo de conquistar a cidade aos buridas.
  • 1414 — Data provável da realização do Conselho Régio de Dom João I de Portugal, em Torres Vedras, para deliberar a expedição para a conquista de Ceuta, que marcou o início da expansão portuguesa ou Descobrimentos portugueses.
  • 1567 – Mary Stuart, rainha dos escoceses, é forçada a abdicar, Jaime VI assume o trono escocês..
  • 1783 – Nasce Simón Bolivar, “o libertador”, militar e político venezuelano.
  • 1801 – Assassinato do czar Paulo I, da Rússia.
  • 1802 – Nasce Alexandre Dumas, novelista e dramaturgo francês.
  • 1810 — Depois da chegada a Almeida do exército da Terceira Invasão Francesa, chefiado por André Massena, teve lugar o primeiro confronto armado na Ponte do Côa — o Combate do Côa.
  • 1823
    Batalha naval de Maracaibo, com vitória do almirante colombiano José Padilla, que garantiu a independência da Venezuela.
    Uma lei declara livre todos os escravos do Chile e todos os que pisem no território nacional, fazendo com que este país seja o primeiro da América a libertar os escravos.
  • 1828 – Simón Bolívar se torna ditador na Venezuela, por decreto da Assembléia Nacional.
  • 1833 – Dom Pedro I do Brasil toma Lisboa de seu irmão, Dom Miguel.
  • 1870 – Nasce Alphonsus de Guimarães, poeta simbolista brasileiro.
  • 1875 — Patrice Mac-Mahon, presidente da França decide a favor de Portugal e contra o Reino Unido sobre a posse da região sul de Moçambique.
  • 1895 – Nasce Robert Graves, escritor britânico.
  • 1911 – Descobrimento da cidade inca de Machu Picchu, em Cuzco, pelo norte-americano Hiram Bingham.
  • 1912 – A Mongólia se converte em protetorado russo.
  • 917 – Mata-Hari, dançarina holandesa que ficou conhecida em toda a Europa por se apresentar nua no início do século XIX, comparece frente a um tribunal militar, que a condena à morte por espionagem.
  • 1928 – A China adota o sistema métrico decimal.
  • 1928 – Fim oficial do movimento do general César Augusto Sandino contra a intervenção norte-americana na Nicarágua. No entanto, a luta guerrilheira não terminou nesta data.
  • 1931 – Explode um movimento contra a ditadura chilena do general Carlos Ibáñez, que acabou destituído do poder.
  • 1936 – Guerra Civil Espanhola: a Junta de DRedação Terrasa Nacional determina que Franco assuma o comando do Exército do Marrocos e do Sul da Espanha, e Mola, o do Exército do Norte.
  • 1941 – Choques armados na fronteira entre Peru e Equador. Os peruanos reivindicavam os territórios de Túmbez, Jaén e Maynas.
  • 1943 – O Grande Conselho Fascista italiano aprova a retirada de Mussolini e pede que o poder volte à Coroa.
  • 1943 – Segunda Guerra Mundial: os aliados iniciam intensos bombardeios aéreos (seis dias) contra Hamburgo.
  • 1946 – Abertura da Conferência de Paz, em Paris, na qual se discutem tratados prévios com Itália, Romênia, Bulgária, Hungria e Finlândia.
  • 1951 – Morre Abdulá, rei da Jordânia.
  • 1953 – Walter Ulbricht torna-se primeiro-secretário do partido do governo da Alemanha comunista. Para o político, este é um passo decisivo a caminho da chefia de Estado.
  • 1962 – A Rede Globo e a americana Time Life assinam um acordo para a instalação de uma emissora de TV no Rio de Janeiro.
  • 1969 — A missão Apollo 11 retorna à Terra, pousando próxima ao Havaí.
  • 1972 – O “Patinho Feio”, primeiro computador projetado e construído no Brasil, é colocado em funcionamento na Escola Politécnica da USP.
  • 1974 – Constantino Karamanlis assume o cargo de primeiro ministro da Grécia, após o abandono do general Phaedon Ghizikis, chRedação Terra do governo dos coronéis.
  • 1975 — Samora Machel, presidente de Moçambique decreta as nacionalizações da saúde, educação e justica.
  • 1976 – Uma nuvem de gás letal, a dioxina, escapa do complexo químico de ICMESA, causando uma catástrofe ecológica em Seveso (Itália), próximo de Milão. Os 15 mil habitantes têm que deixar a cidade.
  • 1977 — Fim da Guerra Líbia-Egito.
  • 1980 – O comediante inglês Peter Sellers morre, aos 54 anos, vítima de um ataque cardíaco.
  • 1883 — O município de Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro, torna-se a primeira cidade da América Latina a ter iluminação pública.
  • 1986 – Gustavo Arias Londono, principal líder do grupo guerrilheiro M-19, morre sob a custódia da Polícia do departamento de Caldas, em Medellín (Colômbia).
  • 1987 – Um Congresso Universal de Esperantistas comemora em Varsóvia o primeiro centenário desta língua, criada pelo doutor polonês Ludwik Lejzer Zamenhof.
  • 1990 – O Iraque envia 30 mil soldados para a fronteira com o Kuwait, enquanto os EUA decretam o estado de alerta para sua frota nas águas do Golfo Pérsico.
  • 1991 – Morre Isaac Bashevis Singer, escritor norte-americano de origem polonesa, Prêmio Nobel de 1978.
  • 1992 – O Rei da Espanha encerra em Madrid a II Cúpula Iberoamericana, que coincide com o V Centenário do Descobrimento da América. Os preceitos de “compromisso com a democracia representativa, respeito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais” são reafirmados.
  • 1994 – O partido Sinn Fein, representante do Exército Republicano Irlandês (IRA), reúne cerca de 500 integrantes na Irlanda do Norte para discutir o acordo de paz proposto pela República da Irlanda e pelo governo britânico.
  • 2000 – O governo britânico inicia a libertação de 87 presos do IRA, condenados por múltiplos assassinatos, em aplicação do Acordo de Paz de Ulster.
  • 2000 – o Partido Comunista do Chile apresenta a acusação número 148 contra Augusto Pinochet, pelo desaparecimento de 137 de seus militantes, após o golpe de 1973.
  • 2001 – O ex-militar paraguaio Napoleão Ortigoza é indenizado pelo Estado em US$ 1,8 milhões, por haver passado 25 anos na prisão, durante o regime de Alfredo Stroessner.
  • 2005 — É criada a TeleSUR, rede multi-estatal latino-americana com sede na Venezuela.

O materialismo, entretanto, não conhecendo, ou não pretendendo conhecer das coisas, senão o aspecto exterior, só admite corpos. Mas como afirmar ou negar qualquer coisa, sem reconhecer-se a si próprio como espírito, aquele que nega ou afirma, uma vez que só um espírito, isto é, uma consciência, pode afirmar ou negar?

Raimundo de Farias Brito

Video do Dia
Nascimentos
»1529 — Carlos II de Baden-Durlach (m. 1577).
1561 — Ana Maria do Palatinado-Simmern, duquesa de Sudermânia (m. 1589).
1689 — Guilherme, Duque de Gloucester (m. 1700).
1725 — John Newton, clérigo britânico (m. 1807).
1783 — Simón Bolívar, líder político sul-americano (m. 1830).
1802 — Alexandre Dumas, pai, escritor francês (m. 1870).
1803 — Adolphe Charles Adam, compositor francês (m. 1856).
1828 — Antônio Henriques Leal, escritor, médico e político brasileiro (m. 1885).
1862 — Raimundo de Farias Brito, escritor e filósofo brasileiro (m. 1917).
1870 — Alphonsus de Guimaraens, poeta brasileiro. (m. 1921).
1886 — Junichiro Tanizaki, escritor japonês (m. 1965).
1890 — Guilherme de Almeida, crítico de cinema, poeta e tradutor brasileiro (m. 1969).
1897 — Amelia Earhart, aviadora norte-americana (m. 1937).
1911 — Elisa Lispector, escritora brasileira (m. 1989).
1918 — Antonio Candido, crítico literário e sociólogo brasileiro (m. 2017).
1921 — Giuseppe Di Stefano, tenor italiano (m. 2008).
1930 — Jece Valadão, ator e diretor brasileiro (m. 2006).
1938
Eugene J. Martin, pintor norte-americano (m. 2005).
Mazzola, futebolista ítalo-brasileiro.
Tim Brown, patinador artístico americano (m. 1989).
1944 — Jan-Carl Raspe, guerrilheiro alemão (m. 1977).
1949
Michael Richards, ator norte-americano.
Roberto Batata, futebolista brasileiro (m. 1976).
Joan Enric Vives i Sicília, bispo espanhol.
1951 — Lynda Carter, atriz norte-americana.
1952 — Gus Van Sant, cineasta e roteirista norte-americano.
1953 — Paulo Sérgio, futebolista brasileiro.
1954 — Jorge Jesus, treinador português de futebol.
1958 — Mick Karn, multi-instrumentista e compositor britânico (m. 2011).
1959 — Giulio Lopes, ator brasileiro.
1961 — Kerry Dixon, futebolista britânico.
1963 — Karl Malone, basquetebolista norte-americano.
1964 — Pedro Passos Coelho, político português.
1966 — Martin Keown, futebolista britânico.
1969 — Jennifer Lopez, cantora e atriz norte-americana.
1971 — Dino Baggio, futebolista italiano.
1973
Johan Micoud, futebolista francês.
Ana Cristina de Oliveira, modelo e atriz portuguesa.
1975 — Eric Szmanda, ator estadunidense.
1976
Tiago Monteiro, automobilista português.
Cacá Bueno, automobilista brasileiro.
1977 — Olivera Jevtić, atleta sérvia.
1978 — Andy Irons, surfista norte-americano.
1980
Gauge, atriz norte-americana.
Wilfred Bungei, atleta queniano.
1981 — Summer Glau, atriz norte-americana.
1982
Anna Paquin, atriz canadense.
Thiago Medeiros, automobilista brasileiro.
1983 — Daniele De Rossi, futebolista italiano.
1984 — David Payne, atleta estadunidense.
1985 — Teagan Presley, atriz norte-americana.
1986
Fernando Tissone, futebolista argentino.
Megan Park, atriz canadense.
1987
Mara Wilson, atriz norte-americana.
Maria Casadevall, atriz brasileira.
Rainer Cadete, ator brasileiro.
1990 — Daveigh Chase, atriz norte-americana.
1998 — Bindi Irwin, atriz, cantora e dançarina australiana.
Falecimentos
»1115 — Matilde de Canossa (n. 1046).
1129 — Shirakawa, imperador japonês (n. 1053).
1328 — Isabel de Castela, rainha de Aragão (n. 1283).
1345 — Jacob van Artevelde, estadista e líder político flamengo (n. 1290).
1568 — Carlos de Espanha, Príncipe das Astúrias (n. 1545).
1862 — Martin Van Buren, político norte-americano (n. 1782).
1952 — Richard Johansson, patinador artístico sueco (n. 1882).
1974 — James Chadwick, físico britânico (n. 1891).
1980 — Peter Sellers, ator britânico (n. 1925).
1991 — Isaac Bashevis Singer, escritor norte-americano (n. 1904).
1995 — George Rodger, fotógrafo britânico (n. 1908).
1997 — Sylvia Orthof, escritora brasileira (n. 1932).
2003 — Rogério Cardoso, ator e comediante brasileiro (n. 1937).
2005 — Francis Ona, político papuásio (n. 1953).
2008 — Zezé Gonzaga, cantora brasileira (n. 1926).
2009
Baltasar Buschle, político e empresário brasileiro (n. 1918).
José Carlos da Costa Araújo, futebolista brasileiro (n. 1962).
Liturgia Católica

São Charbel, perseverou na fé, trazendo consigo as marcas de uma vocação ao silêncio

O santo de hoje nasceu no norte do Líbano, num povoado chamado Bulga-Kafra, no ano de 1828. Proveniente de uma família cristã e centrada nos valores do Evangelho, muito cedo precisou conviver com a perda de seu pai.

Após discernir o seu chamado à vida religiosa, com 20 anos ingressou num seminário libanês maronita. Durante o Noviciado, trocou seu nome de batismo (José) por Charbel. Mostrou-se um homem fiel às regras, obediente à ação do Espírito Santo e penitente.

Após sua ordenação em 1859, enfrentou muitas dificuldades, dentre elas a perseguição ferrenha aos cristãos com o martírio de muitos jovens religiosos e a destruição de inúmeros mosteiros em sua época. Em meio a tudo isso, perseverou na fé, trazendo consigo as marcas de uma vocação ao silêncio, à penitência e à uma vida como eremita.

Aos 70 anos, vivendo num ermo dedicado a São Pedro e São Paulo, com saúde bastante fragilizada, discerniu que era chegada a hora de sua partida para a Glória Celeste. Era Véspera de Natal. E no dia 24 de Dezembro, deitado sobre uma tábua, agonizante, entregou sua vida Àquele que concede o prêmio reservado aos que perseveram no caminho de santidade: a vida eterna.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: