“Não Quero Dinheiro, Só Quero Amar”

Tim Maia, nome artístico de Sebastião Rodrigues Maia, nasceu no Rio de Janeiro, no bairro da Tijuca, no dia 28 de setembro de 1942. Caçula de doze irmãos, quando criança, ajudava a família entregando marmitas. Com oito anos cantava no coral da Igreja. Em 1957 criou o grupo “The Sputniks”, formado por Roberto Carlos e outros cantores.

Em 1959, foi tentar a sorte nos Estados Unidos. Ficou hospedado, em Tarrytows, na casa de uma família que conhecera no Brasil. A cidade, a 40 km de Nova York, tinha pouco mais de 11 mil habitantes e abrigava a efervescência do jazz e da música negra. Nessa sua turnê americana, Sebastião era chamado de “Jim”, porque os americanos não conseguiam pronunciar “Tião”, seu apelido da juventude.

No início, integrou uma banda de Twist, depois foi convidado pelo músico americano Roger Bruno, para se juntar ao “Ideals”. Tim ficou responsável pela harmonia e pela guitarra. A banda lançou um único disco, com as músicas “New Love” (parceria de Tim com Roger) e Go Ahead and Cry. Rebelde, Tim Maia passou a praticar pequenas transgressões: pulava a catraca do trem e furtava comida no supermercado. No fim de 1963, foi preso por roubo e porte de droga. Passou seis meses na prisão e em 1964 foi deportado do país.

leia mais em: Tim Maia


Impeachment de Collor
Em 28 de setembro de 1992, a Câmara dos Deputados aprova por 441 votos a favor, a abertura de processo de impeachment contra Fernando Collor de Mello (foto). Em 2 de outubro é afastado e Itamar Franco assume interinamente. Era o fim do primeiro mandato presidencial aprovado pela constituição de 1988.

Feriados e Eventos

Brasil

    • Aniversário da cidade de Campo Belo Minas Gerais
    • Aniversário da cidade de Cruzeiro do Sul Acre
    • Aniversário da cidade de Aparecida do Taboado Mato Grosso do Sul
    • Aniversário da cidade de Camaçari Bahia
    • Aniversário da cidade de Santa Cruz do Sul Rio Grande do Sul
    • Aniversário da cidade de Esperantina Piauí
    • Aniversário da cidade de Visconde do Rio Branco Minas Gerais

Portugal

    • Dia Mundial Contra a Raiva, desde 2007
Fatos históricos
  • 1542 – Descoberta a Califórnia, pelo mar, com navios mandados por Juan Rodriguez Cabrillo. Atualmente o local é o porto de San Diego.
  • 1825 – Entra em funcionamento a primeira locomotiva.
  • 1837 – Patenteada por Morse o telefone elétrico.
  • 1864 – Marx funda em Londres a primeira Associação Internacional dos Trabalhadores.
  • 1871 – Promulgada a “Lei do Ventre Livre”, precursora da abolição da escravatura.
  • 1895 – Morre Louis Pasteur, químico e biólogo francês.
  • 1906 – Os Estados Unidos ocupam Cuba. As intervenções duram até a Revolução Cubana, liderada por Fidel Castro, em 1959.
  • 1922 – Benito Mussolini torna-se o primeiro-ministro da Itália depois de realizar a Marcha sobre Roma, com centenas de milícias fascistas.
  • 1956 – Luis Somoza ocupa a presidência da Nicarágua, devido a morte de seu pai, que foi vítima de um atentado ocorrido oito dias antes no país.
  • 1958 – Aprovado na França o projeto de Constituição elaborado pela base do general De Gaulle.
  • 1969 – Willy Brandt é eleito o primeiro chanceler federal social-democrata da Alemanha do pós-guerra.
  • 1971 – Chega a Roma o cardeal Mindszenty, após 23 anos de refúgio na Embaixada dos Estados Unidos em Budapeste.
  • 1972 – O Japão e a China restabelecem relações diplomáticas depois de décadas de afastamento.
  • 1976 – Mohammad Ali derrota o boxeador Ken Norte, nos Estados Unidos, e mantém o título mundial dos pesos pesados.
  • 1978 – Morre João Paulo I, Albino Luciani, papa italiano.
  • 1984 – Bombardeio afegão sobre Tori Mangal, no Paquistão. Mais de 80 pessoas morreram e 50 ficaram feridas.
  • 1991 – O presidente do Zaire, Mobutu Sese Seko e as forças de oposição, formam um governo de unidade nacional, após 25 anos de governo autoritário.
  • 1991 – Morre Miles Davis, músico norte-americano.
  • 1992 – A Câmara dos Deputados aprova por 441 votos a favor, 38 abstenções e 23 contra, a abertura do processo de impeachment de Fernando Collor de Mello, Presidente da República.
  • 1992 – Morrem 167 passageiros na explosão de um Airbus-300 em Katmandú.
  • 1994 – Morrem 852 pessoas e 137 são resgatadas com vida, do naufrágio do navio Estônia, no mar Báltico.
  • 1995 – O primeiro-ministro israelense, Isaac Rabin e o presidente da ANP, Yaser Arafat, assinam na Casa Branca, na presença do presidente Bill Clinton, o acordo que amplia a autonomia da Cisjordânia.
  • 2000 – Recebe um “não” o plebiscito realizado na Dinamarca, para que o país também adote o Euro como moeda oficial.
Pensamento

Eu queria escrever-te uma carta…

Mas, ah, meu amor, eu não sei compreender
por que é, por que é, por que é, meu bem
que tu não sabes ler
e eu – Oh! Desespero – não sei escrever também!

António Jacinto

Video do Dia
Nascimentos
»1493 – Agnolo Firenzuola, poeta e literato italiano (m. 1545).
1547 – Mateo Alemán, romancista, novelista e literato espanhol (m. 1609).
1612 – Michel Anguier, escultor francês (m. 1686).
1636 – Sofia Doroteia de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, eleitora de Brandemburgo (m. 1689).
1667 – Asano Naganori, guerreiro japonês (m. 1701).
1681 – Johann Mattheson, compositor, lexicógrafo, diplomata e teórico musical alemão (m. 1764).
1686 – Cosmas Damian Asam, pintor, escultor e arquiteto alemão (m. 1739).
1705 – Henry Fox, 1º Barão de Holland (m. 1774).
1735 – Augustus FitzRoy, 3.º Duque de Grafton (m. 1811).
1746 – William Jones, jurista, filólogo e orientalista britânico (m. 1794).
1765 – Frederico Cristiano II, Duque de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Augustenburg (m. 1814).
1803
Prosper Mérimée, dramaturgo, historiador e arqueólogo francês (m. 1870).
Adrian Ludwig Richter, pintor e água-fortista alemão (m. 1884).
1823 – Alexandre Cabanel, pintor francês (m. 1889).
1828 – Antonieta de Mérode, princesa de Mônaco (m. 1864).
1841 – Georges Clemenceau, político francês (m. 1929).
1852
Henri Moissan, químico francês (m. 1907).
John French, militar britânico (m. 1925).
1863 – Carlos I de Portugal (m. 1908).
1865 – Amélia de Orleães, rainha-consorte de Portugal (m. 1951).
1872 – Lena Ashwell, atriz e gerente de teatro britânica (m. 1957).
1898 – Lew Tendler, pugilista estadunidense (m. 1970).
1901 – Ed Sullivan, escritor, ator e comunicador estadunidense (m. 1974).
1905 – Max Schmeling, pugilista alemão (m. 2005).
1907
Heikki Savolainen, ginasta finlandês (m. 1997).
Ragnar Gustavsson, futebolista sueco (m. 1980).
Luiz Sá, quadrinista cearense (m. 1979).
1909 – Al Capp, cartunista e escritor estadunidense (m. 1979).
1910 – Diosdado Macapagal, político filipino (m. 1997).
1911 – Ellsworth Vines, tenista estadunidense (m. 1994).
1913 – Alice Marble, tenista britânica (m. 1990).
1917 – Dorival Knipel, futebolista e treinador de futebol brasileiro (m. 1990).
1918
Arnold Stang, ator e comediante estadunidense (m. 2009).
Ángel Labruna, futebolista e treinador de futebol argentino (m. 1983).
1924
Marcello Mastroianni, ator italiano (m. 1996).
António Jacinto, poeta angolano (m. 1991).
1925 – Eurico de Melo, político português.
1927 – Luis Rijo, futebolista uruguaio (m. 2001).
1932 – Victor Jara, cantor, compositor e ativista chileno (m. 1973).
1934
Brigitte Bardot, atriz francesa.
Janet Munro, atriz britânica (m. 1972).
1936 – Domingos de Oliveira, ator e diretor brasileiro.
1938 – Ben E. King, cantor e compositor estadunidense (m. 2015).
1941 – Edmund Stoiber, político alemão.
1942
Norm Evans, ex-jogador profissional de futebol americano estadunidense.
Tim Maia, cantor e compositor brasileiro (m. 1998).
1944 – Miguel Faria Jr., cineasta, produtor e roteirista brasileiro.
1946
Helen Shapiro, cantora britânica.
Fiona Lewis, atriz britânica.
1947
Evaldo Braga, cantor e compositor brasileiro (m. 1973).
Sheikh Hasina, política bengali.
1950
John Sayles, escritor e diretor de cinema estadunidense.
Amaury Jr., apresentador de televisão brasileiro.
1951
Silvia Dionisio, atriz e ex-modelo italiana.
Jim Diamond, cantor e compositor britânico (m. 2015).
1952 – Sylvia Kristel, atriz holandesa (m. 2012).
1953 – Otmar Hasler, político liechtensteinense.
1955 – Gary Johnson, treinador de futebol britânico.
1956 – Dentinho Guerreiro, ex-futebolista e treinador brasileiro.
1956 – Roberta Miranda, cantora brasileira.
1959 – Celso Viáfora, compositor, cantor, músico e arranjador brasileiro.
1960
Jennifer Rush, cantora estadunidense.
Ahmed Shobair, ex-futebolista egípcio.
1962 – Andréa Maltarolli, diretora de novelas brasileira (m. 2009).
1963
Paulinho McLaren, ex-futebolista e treinador de futebol brasileiro.
Érik Comas, ex-automobilista francês.
1964
Claudio Borghi, ex-futebolista e treinador de futebol argentino.
Janeane Garofalo, atriz estadunidense.
1965
Brian Bliss, ex-futebolista estadunidense.
Eliane Bastos, cantora brasileira.
1966
Ginger Fish, músico estadunidense.
Maria Canals Barrera, atriz estadunidense.
Rouxinol do Rinaré, poeta e escritor brasileiro.
1967
Mira Sorvino, atriz estadunidense.
Mara Gabrilli, política e escritora brasileira.
1968
Mika Häkkinen, automobilista finlandês.
Naomi Watts, atriz anglo-australiana.
Mikael Nilsson, ex-futebolista sueco.
Carré Otis, modelo e atriz estadunidense.
1969 – J. Trevor Edmond, ator estadunidense.
1970
Gualter Salles, ex-automobilista brasileiro.
Kimiko Date, ex-tenista japonesa.
Said Chiba, ex-futebolista marroquino.
1971
Patrícia França, atriz brasileira.
Alan Wright, ex-futebolista britânico.
Enderson Moreira, treinador de futebol brasileiro.
1972
Guta Stresser, atriz brasileira.
Dita Von Teese, atriz e modelo estadunidense.
Claudemir Vítor, ex-futebolista brasileiro.
Omar Diallo, ex-futebolista senegalês.
1973
Hugo Porfírio, ex-futebolista português.
José Ignacio, ex-futebolista espanhol.
1974
Joonas Kolkka, ex-futebolista finlandês.
Mohammed Al-Jahani, ex-futebolista saudita.
1975
Valérien Ismaël, ex-futebolista francês.
Lenny Krayzelburg, nadador estadunidense.
1976 – Fedor Emelianenko, wrestler russo.
1977 – Lounès Gaouaoui, ex-futebolista argelino.
1978
Tadas Papečkys, futebolista lituano.
Marcelinho Quarterole, futebolista brasileiro.
José María Franco, futebolista uruguaio.
Lucas Bryant, ator estadunidense.
1979
Bam Margera, skatista estadunidense.
Jonhes, ex-futebolista e treinador de futebol brasileiro.
1981
Jorge Guagua, futebolista equatoriano.
Wilfredo Caballero, futebolista argentino.
Megumi Kagurazaka, atriz japonesa.
1982
Anderson Varejão, jogador brasileiro de basquete.
Takeshi Aoki, futebolista japonês.
Aleksandr Anyukov, futebolista russo.
Anton Bober, futebolista russo.
1983 – Cristiano, futebolista brasileiro.
1984
Melody Thornton, cantora estadunidense.
Mathieu Valbuena, futebolista francês.
1986
Andrés Guardado, futebolista mexicano.
Joana Duarte, atriz portuguesa.
1987
Hilary Duff, atriz e cantora estadunidense.
Sílvio, futebolista português.
Adriano, futebolista brasileiro.
1988
Esmée Denters, cantora holandesa.
Helder Agostini, ator brasileiro.
Marin Čilić, tenista croata.
1990 – Kirsten Prout, atriz canadense.
1992
Keir Gilchrist, ator canadense.
Skye McCole Bartusiak, atriz estadunidense (m. 2014).
Paula Ormaechea, tenista argentina.
Frauches, futebolista brasileiro.
1995 – João Arrais, ator português.
2000 – Frankie Jonas, ator e músico estadunidense.
Falecimentos
»0935 – Venceslau I da Boêmia e santo católico (n. 907).
1104 – Pedro I de Aragão (n.c. 1068).
1197 – Henrique VI do Sacro Império Romano-Germânico (n. 1165).
1381 – Tadeia Visconti, Duquesa consorte de Baviera-Ingolstádio (n. 1351).
1538 – Alfonso Manrique de Lara, inquisidor, bispo e cardeal espanhol (n. 1471).
1742 – Jean-Baptiste Massillon, bispo fracês (n. 1663).
1859 – Carl Ritter, geógrafo alemão (n. 1779).
1891 – Herman Melville, escritor estado-unidense (n. 1819).
1895 – Louis Pasteur, químico francês (n. 1822).
1915 – Hajime Saitou, samurai japonês (n. 1844).
1918 – Georg Simmel, sociólogo alemão (n. 1858).
1922 – William Seymour, pastor estadunidense (n. 1870).
1953
Edwin Powell Hubble, astrônomo norte-americano (n. 1889).
Duque, bailarino, jornalista, compositor e teatrólogo brasileiro (n. 1884).
1966 – André Breton, escritor francês (n. 1896).
1970
Gamal Abdel Nasser, estadista egípcio (n. 1918).
John Dos Passos, pintor e romancista luso-americano (n. 1896).
1978 – Papa João Paulo I (n. 1912).
1989 – Ferdinando Marcos, político filipino (n. 1917).
1991 – Miles Davis, músico norte-americano (n. 1926).
1993 – Peter de Vries, novelista norte-americano (n. 1910).
1994 – Harry Saltzman, produtor de cinema canadense (n. 1915).
2000 – Pierre Elliott Trudeau, político canadense (n. 1919).
2003 – Elia Kazan, cineasta greco-americano (n. 1909).
2004 – Giulio Massarani, professor de engenharia química ítalo-brasileiro (n. 1937).
2016 – Shimon Peres, político israelense (n. 1923).
Liturgia Católica

São Venceslau, governou com justiça e conquistou o coração do povo

O santo que nos ensina com sua opção pelo Reino de Deus e de vida constante na luta para a santidade, é o príncipe Venceslau. Sua história se entrelaça com a vida e fé da família real. Nasceu em 907. Seu pai, Vratislau, era duque da Boêmia.

O pai e sua avó eram cristãos fervorosos, ao passo que sua mãe era uma pagã ambiciosa e inimiga da religião. São Venceslau foi educado pela avó (Ludmila), por isso cresceu religioso e muito caridoso para com os pobres, enquanto seu irmão educado pela mãe (Boleslau) tornou-se violento e ambicioso.

Com a morte do pai e pouca idade do santo herdeiro, a mãe má intencionada assumiu o governo. Sendo assim tratou de expulsar os missionários católicos. O povo revoltado, juntamente com os nobres pressionaram o príncipe para assumir o governo e com o golpe de estado Venceslau assumiu em 925.

Nos oito anos de reinado, Venceslau honrou a fama de “O príncipe santo”. Logo que assumiu o trono, tratou de construir igrejas, mandou regressar os sacerdotes exilados, abriu as fronteiras aos missionários da Suábia e da Baviera. Venceslau governou com tanta justiça e brandura que com pouco tempo conquistou o coração do povo que o amava e por ele era concretamente amado: protetor dos pobres, dos doentes, dos encarcerados, dos órfãos e viúvas. Verdadeiro pai.

Este homem que muito se preocupou com a evangelização do povo a fim de introduzir todos no “sistema de Deus”, era de profunda vida espiritual mas, infelizmente, odiado pelo irmão Boleslau e pela mãe, que além de matar a piedosa sogra – educadora do santo -, concordou com a trama contra o filho.

Quando nasceu o primogênito de Boleslau, São Venceslau foi convidado para um solene banquete onde foi pensando na reconciliação de sua família. Tendo saído para estar em oração, na capela real, foi apunhalado pelo irmão e pelos capangas dele. Antes de cair morto, São Venceslau pronunciou: “Em tuas mãos, ó Senhor, entrego o meu espírito”. Isto ocorreu em 929.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: