A República Piratini

A República Piratini
Em 06 de novembro de 1836, Líderes dos farrapos no Rio Grande do Sul proclamam a República Piratini. Oficiais revolucionários reunidos na Câmara de Piratini elegem Bento Gonçalves presidente da República. Os oficiais de três brigadas elegem João Manoel de Lima e Silva general e comandante das armas.
leia mais em: Farroupilha

Feriados e Eventos
Brasil

    • Dia Nacional do riso
    • Dia Nacional do Amigo da Marinha do Brasil.
    • Aniversário da cidade Poços de Caldas, Minas Gerais
    • Dia da Festa do Santo Condestável Beato Nuno de Santa Maria Nuno Álvares Pereira
    • Aniversário de fundação da cidade Palmácia, Ceará (1862)
    • Beatificação de Madre Bárbara Maix, fundadora da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul (2010)

Portugal

    •  Criação dos municípios de Paços de Ferreira e de Valpaços.

Internacional

    • Dia Internacional para a Prevenção da Exploração do Ambiente em Tempo de Guerra e de Conflito Armado – Criado por ato da Assembléia Geral da ONU, com o intuito de criar normas ao meio ambiente quando um país está em guerra.
    • Dia do saxofonista.
Fatos históricos
  • 1429 – Henrique VI é coroado rei da Inglaterra, sete anos após ascender ao trono na idade de 8 meses.
  • 1656 – O rei D. João IV morre em Lisboa.
  • 1836 – Líderes dos farrapos, no sul do Brasil, proclamam na vila de Piratini a República Rio-Grandense (ou República Piratini).
  • 1860 – Abraham Lincoln é eleito presidente dos Estados Unidos.
  • 1875 – A Escola de Minas é solenemente instalada em Ouro Preto, então capital da Província de Minas Gerais, na Casa da Rua das Mercês, hoje Padre Rolim, 167, onde atualmente funciona o Educandário Santo Antônio.
  • 1903 – Os Estados Unidos reconhecem a República do Panamá e obtêm direitos sobre o uso de seu canal.
  • 1911 – Após liderar uma rebelião contra o ditador Porfírio Diaz, Francisco Madero é eleito presidente do México. A vitória do liberal deu início à Revolução Mexicana, primeira revolta popular do século XX.
  • 1913 – Mahatma Gandhi, líder nacional e espiritual indiano, é preso por liderar a marcha dos mineiros indianos no sul da África.
  • 1916 – O compositor Ernesto Joaquim Maria dos Santos, Donga, registra o primeiro samba a ser gravado no Brasil que é chamado Pelo Telefone.
  • 1918 – É proclamada a República da Polônia e um governo independente é instaurado no país.
  • 1921 – O Teatro Ginásio de Lisboa é destruído por um incêndio.
  • 1932 – Nas eleições da Alemanha, o partido nazista se consolida como o maior partido do país, obtendo 196 cadeiras no parlamento alemão.
  • 1943 – Durante a Segunda Guerra Mundial, após dois anos de ocupação alemã, os russos recapturam a cidade de Kiev.
  • 1945 – Na França livre, o General Charles De Gaulle, chefe do governo provisório, convoca eleição de uma Constituinte.
  • 1947 – No Chile, um terremoto nos Andes mata 233 pessoas.
  • 1962 – A Assembléia geral da Organização das Nações Unidas adotou uma resolução que condena a África do Sul pelo apartheid e recomendando as sanções econômicas ao país.
  • 1964 – O Congresso Nacional Brasileiro aprova um projeto de reforma agrária.
  • 1974 – A Argentina decreta estado de sítio.
  • 1984 – Ronald Reagan é reeleito presidente dos Estados Unidos.
  • 1986 – O Conselho Federal de Educação (CFE) aprova resolução que muda currículos escolares. A disciplina Comunicação e Expressão passa a se chamar Português, e Matemática deixoa de fazer parte da área de Ciências.
  • 1987 – Fim da moratória: Brasil paga US$ 500 milhões ao FMI.
  • 1988 – Seis mil computadores do Departamento de Defesa norte-americano param devido a um vírus: o culpado é o filho de 23 anos do chefe da agência de segurança de computadores do país.
  • 1994 – O boxeador George Foreman, de 45 anos, derrota Michael Moore, 26, em Las Vegas, nos Estados Unidos, e recupera o título dos pesos pesados.
  • 1995 – Israel enterra Yitzhak Rabin, seu líder assassinado por um nacionalista que se opunha às suas tratativas de paz com os árabes.
  • 1997 – Um tribunal suíço ordena a captura de sete israelenses acusados de tramar o seqüestro de Athina Roussel, de 12 anos, a menina mais rica do mundo, neta do magnata grego Aristóteles Onassis.
  • 1998 – Bibi Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, suspende a ratificação do acordo para a desocupação da Cisjordânia depois de um atentado atentado cometido pelo grupo Jihad Islâmica.
Pensamento

As Amoras

O meu país sabe as amoras bravas
no verão.
Ninguém ignora que não é grande,
nem inteligente, nem elegante o meu país,
mas tem esta voz doce
de quem acorda cedo para cantar nas silvas.
Raramente falei do meu país, talvez
nem goste dele, mas quando um amigo
me traz amoras bravas
os seus muros parecem-me brancos,
reparo que também no meu país o céu é azul.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Vídeo do Dia
Nascimentos
»0015 – Agripina Menor, imperatriz-consorte romana (m. 59).
0331 – Juliano, o Apóstata, imperador romano (m. 363).
1479 – Joana de Castela (m. 1555).
1494 – Solimão I, imperador otomano (m. 1566).
1534 – Joachim Camerarius, o Jovem, médico, botânico e naturalista alemão (m. 1598).
1550 – Catarina Månsdotter, rainha consorte da Suécia (m. 1612).
1661 – Carlos II da Espanha (m. 1700).
1730 – Leonardo Antonelli, cardeal e bispo italiano (m. 1811).
1754 – Frederico I de Württemberg (m. 1816).
1755 – Stanislaw Staszic, político, geólogo, poeta e filósofo polonês (m. 1826).
1771 – Alois Senefelder, ator, litógrafo e inventor austríaco (m. 1834).
1794 – Aimable Pélissier, general e político francês (m. 1864).
1804 – Nuno José Severo de Mendonça Rolim de Moura Barreto, político português (m. 1875).
1814 – Adolphe Sax, inventor belga de instrumentos musicais (m. 1894).
1825 – Charles Garnier, arquiteto francês (m. 1898).
1835 – Cesare Lombroso, antropólogo e criminologista italiano (m. 1909).
1841
Armand Fallières, político francês (m. 1931).
Nelson Wilmarth Aldrich, político norte-americano (m. 1915).
1851 – Charles Dow, jornalista e economista estadunidense (m. 1902).
1854 – John Philip Sousa, compositor e regente estadunidense (m. 1932).
1858 – Caran d’Ache, desenhista e humorista francês (m. 1909).
1861 – James Naismith, médico e pedagogo canadense (m. 1939).
1867 – Marie Bregendahl, escritora dinamarquesa (m. 1940).
1875 – Amadeu Amaral, escritor brasileiro (m. 1929)
1880 – Robert Musil, romancista e dramaturgo austríaco (m. 1942).
1882 – Thomas Harper Ince, ator estadunidense (m. 1924).
1883 – Giuseppe Fietta, cardeal italiano (m. 1960).
1886 – Gus Kahn, músico e compositor alemão (m. 1941).
1890 – Alfonso Castaldo, cardeal italiano (m. 1966).
1893 – Edsel Bryant Ford, investidor e industrialista estadunidense (m. 1943).
1895 – Lucília Fraga, pintora brasileira (m. 1979).
1903 – June Marlowe, atriz norte-americana (m. 1984).
1910 – Miguel Reale, filósofo e jurista brasileiro (m. 2006).
1914 – Jonathan Harris, ator norte-americano (m. 2002).
1916 – Ray Conniff, arranjador, trombonista e líder de orquestra estadunidense (m. 2002).
1919
Sophia de Mello Breyner, poetisa e escritora portuguesa (m. 2004).
Christoph Probst, líder antifascista alemão (m. 1943).
1925 – Michel Bouquet, ator francês.
1931 – Peter Collins, automobilista britânico (m. 1958).
1932 – François Englert, físico belga.
1938 – P.J. Proby, ator, cantor e compositor norte-americano.
1940 – Johnny Giles, ex-futebolista irlandês.
1944 – Brian Weiss, psiquiatra e escritor norte-americano.
1945 – Odd Iversen, futebolista norueguês (m. 2014).
1946
Sally Field, atriz norte-americana.
Waltércio Caldas, artista plástico brasileiro.
1947 – Larry James, atleta norte-americano (m. 2008).
1948 – Glenn Frey, músico, cantor, compositor americano (m. 2016).
1949
Arturo Sandoval, músico cubano.
Brad Davis, ator norte-americano (m. 1991).
1950 – Leonardo Ulrich Steiner, religioso e teólogo brasileiro.
1951 – Ricardo Marcelo, político brasileiro.
1957
Ciro Gomes, político brasileiro.
Cam Clarke, dublador e cantor norte-americano.
1958 – Urs Freuler, ex-ciclista suíço.
1959 – Erik Seidel, jogador de pôquer estadunidense.
1960 – Arvydas Janonis, ex-futebolista lituano.
1964 – Corey Glover, cantor, compositor, guitarrista e ator norte-americano.
1966
Marcelo Djian, ex-futebolista brasileiro.
Luiz Carlos Júnior, locutor esportivo brasileiro.
1967 – Rebecca Schaeffer, atriz norte-americana (m. 1989).
1968
Kjetil Rekdal, ex-futebolista e treinador norueguês de futebol.
Kelly Rutherford, atriz norte-americana.
Jerry Yang, empresário americano.
1969 – Leona Cavalli, atriz brasileira.
1970 – Ethan Hawke, ator norte-americano.
1972
Rebecca Romijn, atriz norte-americana.
Thandie Newton, atriz zambiana.
1973 – Dudu Nobre, cantor brasileiro.
1974 – Frank Vandenbroucke, ciclista belga (m. 2009).
1976
Robson Ponte, ex-futebolista brasileiro.
Ivan Reis, quadrinista brasileiro.
1977
Patrícia Tavares, atriz portuguesa.
Demian Maia, lutador brasileiro de artes marciais mistas.
1978
Daniella Cicarelli, modelo e apresentadora de televisão brasileira.
Zak Morioka, automobilista brasileiro.
Taryn Manning, cantora, estilista e atriz norte-americana.
1979 – Lamar Odom, jogador de basquete norte-americano.
1981
Daniela Meuli, snowboarder suíça.
Kaspars Gorkšs, futebolista letão.
1982 – Joseph Enakarhire, futebolista nigeriano.
1983
Gisela João, fadista portuguesa.
Monica Mattos, atriz brasileira.
1984 – Stefano Guberti, futebolista italiano.
1985 – Shayne Lamas, atriz norte-americana.
1986
Adam Saunders, ator australiano.
Katie Leclerc, atriz norte-americana.
Alexandro, futebolista brasileiro.
1987 – Ana Ivanović, tenista sérvia.
1988
Emma Stone, atriz norte-americana.
Conchita Wurst, cantora austríaca.
1989
Josmer Altidore, futebolista norte-americano.
Shaina Magdayao, atriz, dançarina e cantora filipina.
1990
André Schürrle, futebolista alemão.
Kris Wu, cantor chinês.
1992
Paula Kania, tenista polonesa.
Yura, cantora coreana.
1993 – Xabiani Ponce De León, ator mexicano.
Falecimentos
»0559 – Leonardo de Noblac, santo francês (n. 496). 955
1003 – Papa João XVII (n. 955).
1101 – Guelfo I da Baviera (n. 1030).
1231 – Tsuchimikado, imperador do Japão (n. 1195).
1406 – Papa Inocêncio VII (n. 1336).
1428 – Guillaume Fillastre, cardeal, canonista, humanista, e geógrafo francês (n. 1348).
1568 – Ana de Brunsvique-Luneburgo, duquesa da Pomerânia (n. 1502).
1580 – Giovanni Filippo Ingrassia, médico e anatomista italiano (n. 1510).
1597 – Catarina Micaela da Áustria (n. 1567).
1600 – Ishida Mitsunari, samurai japonês (n. 1560).
1612 – Henry Frederick Stuart, Príncipe de Gales (n. 1594).
1650 – Guilherme II de Orange (n. 1626).
1672 – Heinrich Schütz, compositor, regente e organista alemão (n. 1585).
1771 – John Bevis, médico e astrônomo britânico (n. 1695).
1790 – James Bowdoin, político e líder revolucionário estadunidense (n. 1726).
1817 – Carlota de Gales (n. 1796)
1822 – Claude Louis Berthollet, químico francês (n. 1748).
1836 – Carlos X da França (n. 1757).
1887 – Eugène Pottier, poeta e revolucionário francês (n. 1816).
1893 – Piotr Ilitch Tchaikovsky, compositor russo (n. 1840).
1964
Anita Malfatti, pintora modernista brasileira (n. 1896)
Hans Karl August Simon von Euler-Chelpin, químico sueco (n. 1873).
Hugo Koblet, ciclista suíço (n. 1925).
1970 – Agustín Lara, cantor, compositor e ator mexicano (n. 1897).
1975 – Vicente Feola, treinador de futebol brasileiro (n. 1909).
1998 – Niklas Luhmann, filósofo e sociólogo alemão (n. 1927).
2003 – Eduardo Palomo, ator mexicano-americano (n. 1962).
2007 – Enzo Biagi, jornalista italiano (n. 1920).
2008 – Larry James, atleta estadunidense (n. 1947).
2013 – Jorge Dória, ator brasileiro (n. 1920).
2015
Bob Lester, cantor, músico e sapateador brasileiro (n. 1913).
Beni Veras, político brasileiro (n. 1935).
Isaac Navón, escritor, dramaturgo e político israelense (n. 1921).
Liturgia Católica

São Nuno de Santa Maria, abandonou as armas e o poder para revestir-se da armadura do Espírito

Nuno Álvares Pereira nasceu em Portugal a 24 de Junho de 1360, e recebeu a educação cavalheiresca típica dos filhos das famílias nobres do seu tempo.

Aos treze anos torna-se pajem da rainha D. Leonor, tendo sido bem recebido na Corte e acabando por ser pouco depois cavaleiro. Aos dezesseis anos casa-se, por vontade de seu pai, com uma jovem e rica viúva, D. Leonor de Alvim.

Da sua união nascem três filhos, dois do sexo masculino, que morrem em tenra idade, e uma do sexo feminino, Beatriz, a qual mais tarde viria a desposar o filho do rei D. João I, D. Afonso, primeiro duque de Bragança.

Quando o rei D. Fernando I morreu a 22 de Outubro de 1383 sem ter deixado filhos varões, o seu irmão D. João, Mestre de Avis, viu-se envolvido na luta pela coroa lusitana, que lhe era disputada pelo rei de Castela por ter desposado a filha do falecido rei.

Nuno tomou o partido de D. João, o qual o nomeou Condestável, isto é, comandante supremo do exército. Nuno conduziu o exército português repetidas vezes à vitória, até se ter consagrado na batalha de Aljubarrota (14 de Agosto de 1385), a qual acaba por determinar à resolução do conflito.

Os dotes militares de Nuno eram no entanto acompanhados por uma espiritualidade sincera e profunda. O amor pela Eucaristia e pela Virgem Maria são os alicerces da sua vida interior.

O estandarte que elegeu como insígnia pessoal traz as imagens do Crucificado, de Maria e dos cavaleiros S. Tiago e S. Jorge. Fez ainda construir às suas próprias custas numerosas igrejas e mosteiros, entre os quais se contam o Carmo de Lisboa e a Igreja de S. Maria da Vitória, na Batalha.

Com a morte da esposa, em 1387, Nuno recusa contrair novas núpcias, tornando-se um modelo de pureza de vida. Quando finalmente alcançou a paz, distribui grande parte dos seus bens entre os seus companheiros, antigos combatentes, e acaba por se desfazer totalmente daqueles em 1423, quando decide entrar no convento carmelita por ele fundado, tomando então o nome de frei Nuno de Santa Maria.

Impelido pelo amor, abandona as armas e o poder para revestir-se da armadura do Espírito recomendada pela Regra do Carmo: era a opção por uma mudança radical de vida em que sela o percurso da fé autêntica que sempre o tinha norteado.

O Condestável do rei de Portugal, o comandante supremo do exército e seu guia vitorioso, o fundador e benfeitor da comunidade carmelita, ao entrar no convento recusa todos os privilégios e assume como própria a condição mais humilde, a de frade Donato, dedicando-se totalmente ao serviço do Senhor, de Maria — a sua terna Padroeira que sempre venerou—, e dos pobres, nos quais reconhece o rosto de Jesus.

Significativo foi o dia da morte de frei Nuno de Santa Maria, aos 71 anos de idade. Era o Domingo de Páscoa, dia 1 de Abril de 1431. Após sua morte, passou imediatamente a ser reputado de “santo” pelo povo, que desde então o começa a chamar “Santo Condestável”.

Nuno Álvares Pereira foi beatificado em 23 de Janeiro de 1918 pelo Papa Bento XV através do Decreto “Clementíssimus Deus” e foi consagrado o dia 6 de Novembro ao, então, beato.

O Santo Padre, Papa Bento XVI, durante o Consistório de 21 de Fevereiro de 2009 determina que o Beato Nuno seja inscrito no álbum dos Santos no dia 26 de Abril de 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: