Início de uma nova China

Início de uma nova China
Em 04 de dezembro de 1982 seria promulgada a nova Constituição chinesa. A principal modificação dizia que o sistema socialista de propriedade substituiria o sistema de exploração do homem pelo homem, aplicando o princípio de “a cada um, segundo a sua habilidade e a cada um, segundo o seu trabalho”.
leia mais em:

Feriados e Eventos
Brasil

    • Dia do Orientador educacional
    • Dia do Perito Criminal
    • Feriado municipal em Santa Bárbara d’Oeste, São Paulo (dia da padroeira e aniversário da cidade)
    • Aniversário da cidade de Terra Rica no Paraná
    • Feriado Municipal na cidade de Criciúma (Santa Catarina)
    • Festa de Santa Bárbara em Salvador, Bahia.

Internacional

    • Dia Latino-americano da Propaganda, data escolhida em homenagem à fundação, em 4 de dezembro de 1936, em Buenos Aires, da “Asociación de Jefes de la Propaganda”
Fatos históricos
  • 1154 – Eleito o único papa inglês na história. Nicolas Breakspear é coroado Papa Adriano IV.
  • 1586 – A rainha Isabel I confirma a sentença de morte de Maria Estuardo.
  • 1642 – Morre o cardeal Richelieu, primeiro-ministro da França. Ele é substituído pelo cardeal Jules Mazarin.
  • 1791 – É publicado na Inglaterra o Britain’s Observer, o primeiro jornal de domingo do mundo.
  • 1810 – Decreto de Dom João cria, no Rio de Janeiro, a Academia Real Militar, atualmente chamada de Academia Militar das Agulhas Negras.
  • 1816 – James Monroe é eleito quinto presidente dos Estados Unidos. É a primeira vez que um senador é eleito para o cargo.
  • 1829 – Na Índia, autoridades britânicas proíbem a prática do suttee, que é a auto-incineração da viúva na pira funerária do marido.
  • 1845 – O presidente paraguaio Carlos Antônio Lopez e o governador da província de Corrientes declaram guerra ao ditador Juan Manuel de Rosas.
  • 1888 – O inventor norte-americano George Eastman registra a câmera Kodak.
  • 1915 – Nos Estados Unidos, o Estado sulista da Geórgia reconhece a organização violentamente racista Ku Klux Klan.
  • 1917 – A Finlândia declara sua independência da Rússia.
  • 1920 – A Argentina é retirada da liga das Nações.
  • 1934 – Na União Soviética, 66 pessoas são executadas em razão do assassinato de Kirov, homem de confiança de Joseph Stalin.
  • 1942 – Os Estados Unidos atacam a Itália pela primeira vez na Segunda Guerra Mundial.
  • 1953 – Estreia mundial do filme Viva Zapata, de Elia Kazan.
  • 1965 – É lançada a nave Gemini 7, com dois astronautas a bordo.
  • 1972 – O presidente de Honduras, Ramon Cruz, é deposto num golpe de estado liderado pelo general Oswaldo Lopes Arellano.
  • 1974 – Um avião comercial holandês explode e mata os 191 ocupantes.
  • 1980 – O primeiro-ministro de Portugal, Francisco Sá Carneiro, morre em um acidente aéreo em Lisboa.
  • 1982 – A República Popular da China adota nova Constituição, que estabelece uma ditadura do proletariado.
  • 1984
    Um atirador mata um diplomata jordaniano em Bucareste, Romênia.
    Morre John Rock, cientista norte-americano que descobriu a pílula anticoncepcional feminina.
  • 1987 – A Igreja Católica no Haiti diz que não vai cumprir um pedido feito pelo governo para designar um novo membro ao Conselho Eleitoral Provisional.
  • 1991 – O jornalista norte-americano Terry Anderson é libertado pelos seus sequestradores muçulmanos, no Líbano, após sete anos preso.
  • 1993 – Morre o músico Frank Zappa.
  • 1995 – Tropas da Otan chegam a Sarajevo para garantir um acordo de paz que coloque um fim a quatro anos de guerra na antiga Iugoslávia.
  • 1996 – É lançada uma sonda à Marte, levando um veículo para buscar informações na superfície do planeta.
  • 1998 – O buraco na camada de ozônio sobre a Antártica bate recorde, chegando a 13 milhões de quilômetros quadrados.
Pensamento

Uma parte de mim é permanente:

a outra parte

se sabe de repente.

Ferreira Gullar

Vídeo do Dia
Nascimentos
»0032 – Aulo Pérsio Flaco, poeta romano (m. 62).
1406 – Margarida de Orleães, nobre francesa (m. 1466).
1670 – John Aislabie, político britânico (m. 1742).
1711 – Maria Bárbara de Bragança, Rainha de Espanha (m. 1758).
1795 – Thomas Carlyle, ensaísta, crítico, sociólogo e historiador britânico (m. 1881).
1875 – Rainer Maria Rilke, poeta alemão (m. 1926).
1892
Benedito Valadares, político brasileiro (m. 1973).
Francisco Franco, general e político espanhol (m. 1975).
Liu Bocheng, militar chinês (m. 1986).
1900 – Waldemar Levy Cardoso, militar brasileiro (m. 2009).
1905 – Emílio Garrastazu Médici, político brasileiro (m. 1985).
1908 – Alfred Day Hershey, microbiologista estadunidense (m. 1997).
1920 – Nadir Afonso, arquiteto e pintor português (m. 2013).
1922 – Gérard Philipe, ator francês (m. 1959).
1925 – Albert Bandura, psicólogo canadense.
1930 – Jacqueline du Bief, ex-patinadora artística francesa.
1933
Roh Tae-woo, político sul-coreano.
François Deguelt, cantor francês (m. 2014).
1938 – Ana de Orléans, Duquesa da Calábria.
1942 – Gemma Jones, atriz britânica.
1944
Dennis Wilson, músico e compositor americano (m. 1983).
François Migault, automobilista francês (m. 2012).
1946 – Bedeu, cantor e compositor brasileiro (m. 1999).
1949 – Jeff Bridges, ator estadunidense.
1953 – Jean-Marie Pfaff, ex-futebolista belga.
1955 – Manuel Machado, treinador de futebol português.
1956 – Marcel, ex-jogador de basquete brasileiro.
1957 – Raul Boesel, ex-automobilista brasileiro.
1959 – Paul McGrath, ex-futebolista irlandês.
1962 – Abdulaziz Al-Buloushi, ex-futebolista kuwaitiano.
1963
Jozef Sabovčík, patinador artístico tchecoslovaco.
Sergey Bubka, ex-atleta ucraniano.
1964
Marisa Tomei, atriz estadunidense.
Chelsea Noble, atriz estadunidense.
Jonathan Goldstein, ator norte-americano.
1965
Ulf Kirsten, ex-futebolista alemão.
Carlos Carvalhal, treinador português de futebol.
1966
Masta Ace, rapper norte-americano.
Rui Poças, diretor de fotografia e cineasta português.
1967 – Guillermo Amor, ex-futebolista e treinador de futebol espanhol.
1968 – Mike Barrowman, nadador norte-americano.
1969 – Jay-Z, rapper estadunidense.
1970 – Alfredo Intriago, árbitro de futebol equatoriano.
1971 – Adam Horowitz, produtor de televisão norte-americano.
1972 – Sebastian Karpiniuk, político polonês (m. 2010).
1973
Tyra Banks, modelo e atriz norte-americana.
Rodrigo Cordero, ex-futebolista costarriquenho.
1974
Juninho Petrolina, futebolista brasileiro.
Anke Huber, ex-tenista alemã.
Reynaldo Parks, ex-futebolista costarriquenho.
1976 – Mbo Mpenza, ex-futebolista belga.
1977
Lioubov Kilic, jogadora de vôlei russa.
Jadílson, futebolista brasileiro.
1978 – Katiuscia Canoro, atriz e humorista brasileira.
1979
Jay DeMerit, futebolista norte-americano.
Andrej Komac, futebolista esloveno.
1980 – Stefan Pfannmöller, canoísta alemão.
1981
Courtney Cummz, atriz estadunidense.
Masato Yamazaki, futebolista japonês.
1982
Waldo Ponce, futebolista chileno.
Ho-Pin Tung, automobilista chinês.
1983 – Diogo Orlando, futebolista brasileiro.
1985
Rodrigo Tiuí, futebolista brasileiro.
Emanuel Silva, canoísta português.
1986
Akihito Kusunose, futebolista japonês.
Maria Gadú, cantora brasileira.
1987
Orlando Brown, ator estadunidense.
Shoki Hirai, futebolista japonês.
1990 – Lukman Haruna, futebolista nigeriano.
1991 – Max Holloway, lutador norte-americano de artes marciais mistas.
1996 – Diogo Jota, futebolista português.
2001 – Giovanna Chaves, atriz, cantora e modelo brasileira.
Falecimentos
»0749 – João Damasceno, monge sírio (n. 675).
0771 – Carlomano I (n. 751).
1075 – Anno II, arcebispo alemão (n. 1010).
1214 – Guilherme I da Escócia (n. 1143).
1260 – Aymer de Valence, bispo inglês (n. 1222).
1270 – Teobaldo II de Navarra (n. 1239).
1334 – Papa João XXII (n. 1249).
1679 – Thomas Hobbes, filósofo inglês (n. 1588).
1798 – Luigi Galvani, físico italiano (n. 1737).
1905 – Henry Hugh Armstead, escultor e ilustrador britânico (n. 1828).
1935 – Charles Robert Richet, fisiologista francês (n. 1850).
1972 – Cynthia Spencer, Condessa Spencer (n. 1897).
1975 – Hannah Arendt, teórica política alemã (n. 1906).
1976
Benjamin Britten, compositor e pianista britânico (n. 1913).
Tommy Bolin, guitarrista estadunidense (n. 1951).
1979 – Walther Müller, físico alemão (n. 1905).
1980
Adelino Amaro da Costa, político português (n. 1943).
Francisco Sá Carneiro, político português (n. 1934).
1982 – Gildo de Freitas, cantor e compositor brasileiro (n. 1919).
1985 – Teixeirinha, compositor brasileiro (n. 1927).
1993 – Frank Zappa, músico estadunidense (n. 1940).
2003 – Maria de Arruda Müller, educadora e poetisa brasileira (n. 1898).
2009
Eddie Fatu, wrestler samoano (n. 1973).
Jordi Solé Tura, político e jurista espanhol (n. 1930).
Vyacheslav Tikhonov, ator russo (n. 1928).
2011 – Sócrates, futebolista brasileiro (n. 1954).
2016 – Ferreira Gullar, poeta e escritor brasileiro (n. 1930).
Liturgia Católica

São João Damasceno – Doutor da Igreja de Cristo

Com seus escritos, São João Damasceno defendeu principalmente a Igreja contra os iconoclastas

Lembramos São João Damasceno, um santo Padre e Doutor da Igreja de Cristo. Nasceu em 675, em Damasco (Síria) num período em que o Cristianismo tinha uma certa liberdade, tanto assim que o pai de João era muito cristão e amigo dos Sarracenos, que naquela época eram senhores do país. Esta estima estendia-se também ao filho. Os raros talentos e merecimentos deste levaram o Califa a distingui-lo com a sua confiança e nomeá-lo prefeito (mansur) de Damasco.

João Damasceno ainda jovem e ajudante do pai gozava de muitos privilégios financeiros, mas ao crescer no amor ao Cristo pobre, deu atenção a Palavra que mostra a dificuldade dos ricos (apegados) para entrarem no Reino dos Céus. Assim, num impulso para a santidade, renunciou todos os bens e deu aos pobres. Preferiu São João uma vida de maus tratos ao se entregar as “delícias venenosas” do pecado.

Retirou-se para um convento de São Sabas perto de Jerusalém e passou a viver na humildade, caridade e alegria. Escreveu inúmeras obras tratando de vários assuntos sobre teologia, dogmática, apologética e outros campos que fizeram de São João digno do título de Doutor da Igreja. Com escritos defendeu principalmente a Igreja contra os iconoclastas, que condenavam o uso de imagens nas Igrejas.

Certa vez, os hereges prenderam São João e cortaram-lhe a mão direita a fim de não mais escrever, mas por intervenção de Nossa Senhora foi curado. Seu amor a Mãe de Jesus foi tão concreto que foi São João quem tornou presente a doutrina sobre a Imaculada Conceição, Maternidade divina, Virgindade perpétua e Assunção de corpo e alma de Maria. Este filho predileto da Mãe faleceu em 749, quase centenário.

Foi declarado Doutor da Igreja pelo Papa Leão XIII em 1890.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: