O vilão colombiano

O vilão colombiano
Em 02 de dezembro de 1993, morre Pablo Escobar. Nenhum traficante agitou tanto a Colômbia quanto o líder do Cartel de Medellin. A guerra que ele lançou contra o Estado colombiano provocou a morte de 4 mil pessoas.
leia mais em: Pablo Escobar

Feriados e Eventos
Brasil

    • Aniversário de Araçatuba – São Paulo
    • Dia Nacional do Astrônomo
    • Dia das Relações públicas
    • Dia do Samba
    • Dia de Santa Bibiana

Emirados Árabes

    •  Dia da Pátria nos Emirados Árabes Unidos – Dia da criação dos Emirados

Laos

    •  Dia da Pátria no Laos – Data da Independência nacional

Internacional

    •  Dia Internacional da Abolição da Escravatura
    • Dia Pan-americano da Saúde – Evento criado pela OEA

Mitologia

    • Mitologia hindu – Festa de Shiva, deus da dança e do movimento
Fatos históricos
  • 1547 – Morre o explorador espanhol, Hernán Cortês.
  • 1804 – Napoleão Bonaparte torna-se o primeiro imperador da França numa cerimônia realizada na catedral de Notre-Dame em Paris.
  • 1805 – Napoleão Bonaparte aniquila as tropas austro-russas na maior vitória da sua carreira militar: a batalha de Austerlitz.
  • 1814 – Morre o Marquês de Sade.
  • 1823 – James Monroe, presidente americano, introduz a Doutrina Monroe, que condena a intervenção europeia no continente Americano.
  • 1870 – Estréia no Brasil, em homenagem ao aniversário de Dom Pedro II , no Teatro Lírico Fluminense, a ópera de Carlos Gomes O Guarani.
  • 1901 – O americano King Camp Gillette patenteia um aparelho de barbear de lâminas descartáveis. É o inicio da Gillette Safety Razor Company.
  • 1918 – A Armênia separa-se do Império Otomano.
  • 1923 – Nasce na Itália, Maria Callas, cantora lírica.
  • 1927 – É vendido o primeiro Ford A.
  • 1937 – Getúlio Vargas extingue, através do Decreto nº 37, todos os partidos políticos.
  • 1942 – Em Chicago, o físico italiano Enrico Fermi consegue a fissão do átomo.
  • 1944 – Inaugurada no Rio de Janeiro, pelo jornalista Roberto Marinho, a Rádio Globo AM.
  • 1945 – Eurico Gaspar Dutra é eleito por voto popular presidente do Brasil. O PSD tem maioria na Constituinte.
  • 1953 – Retomada das relações diplomáticas entre o Irã e a Grã-Bretanha.
  • 1954 – O Senado americano condena o senador Joseph McCarthy por má conduta durante as investigações e caça a suspeitos de comunismo.
  • 1954 – A União Soviética anuncia ajuda militar aos países comunistas.
  • 1956 – Fidel Castro desembarca em Cuba liderando 72 homens. Atacados pelas forças do ditador Batista apenas 12 sobrevivem.
  • 1968 – Nixon nomeia Henry Kissinger conselheiro da Seguridade Nacional dos Estados Unidos.
  • 1969 – O boeing 747 realiza seu vôo inaugural com 191 pessoas a bordo, a maioria jornalistas e fotógrafos.
  • 1971 – Sete emirados se agrupam e proclamam os Emirados Árabes Unidos, com a retirada de tropas britânicas da região.
  • 1972 – O Partido dos Trabalhadores ganha a primeira eleição na Austrália desde 1949. Gough Whitam torna-se primeiro-ministro.
  • 1979 – A população iraniana vota a favor de uma nova Constituição e dá poderes absolutos ao Aiatolá Khomeini.
  • 1982 – É realizado em Seattle pelo doutor William De Vries o primeiro implante de coração. O paciente é o dentista Barney Clark.
  • 1990 – Realizada a primeira eleição após a unificação da Alemanha.
  • 1993 – Pablo Escobar, líder do Cartel de Medelin, na Colômbia, é morto a tiros numa tentativa de prisão.
  • 1997 – Boris Yeltsin, presidente da Rússia, surpreende ao declarar, na Suécia, a redução unilateral das ogivas nucleares no país.
Pensamento

Pelo Telefone [19016], é considerado o primeiro samba a ser gravado no Brasil segundo a maioria dos autores, a partir dos registros existentes na Biblioteca Nacional. Composição de Ernesto dos Santos, mais conhecido como Donga, e do jornalista Mauro de Almeida.

O chefe da folia
Pelo telefone manda me avisar
Que com alegria
Não se questione para se brincar

Donga e Mauro de Oliveira

Vídeo do Dia
Nascimentos
»1738 — Richard Montgomery, militar irlandês (m. 1775).
1746 — Joaquim Xavier Curado, marechal e político português (m. 1830).
1797 — Hermínia de Anhalt-Bernburg-Schaumburg-Hoym, arquiduquesa da Áustria (m. 1817).
1825 — Pedro II do Brasil (m. 1891).
1837 — Adolphus William Ward, historiador e intelectual britânico (m. 1924).
1866 — José Petitinga, escritor brasileiro (m. 1939).
1885 — George Richards Minot, médico estadunidense (m. 1950)
1889 — Anita Malfatti, pintora modernista brasileira (m. 1964).
1891 — Otto Dix, pintor expressionista alemão (m. 1969).
1901 — Raimundo Orsi, futebolista ítalo-argentino (m. 1986).
1917 — Deoscóredes Maximiliano dos Santos, escritor, artista plástico e sacerdote afro-brasileiro (m. 2013).
1923 — Maria Callas, cantora lírica estadunidense de origem grega (m. 1977).
1930 — Gary Stanley Becker, economista estadunidense.
1931
Homero Leite Meira, bispo brasileiro (m. 2014).
Wynton Kelly, pianista norte-americano (m. 1971).
1936 — Peter Duesberg, biólogo molecular teuto-estadunidense.
1937 — Chris Bristow, automobilista britânico (m. 1960).
1938 — Luis Artime, ex-futebolista argentino.
1939 — Raúl Folques, militar português.
1944 — Ibrahim Rugova, político kosovar (m. 2006).
1946 — Gianni Versace, estilista italiano (m. 1997).
1948
Antonín Panenka, ex-futebolista tcheco.
Toninho Horta, músico brasileiro.
1950 — Paul Watson, ativista canadense.
1953 — Stephan Nercessian, ator e político brasileiro.
1954 — Dan Butler, ator norte-americano.
1958 — Randy Gardner, ex-patinador artístico norte-americano.
1960
Judite de Sousa, jornalista portuguesa.
Justus von Dohnanyi, ator alemão.
1962 — Andrey Zygmantovich, ex-futebolista e treinador de futebol bielorrusso.
1967 — Massimiliano Lelli, ciclista italiano.
1968
Lucy Liu, atriz estadunidense.
David Batty, ex-futebolista britânico.
David Régis, ex-futebolista norte-americano.
Nate Mendel, músico norte-americano.
1969 — Zenima, cantora italiana.
1970
Dmitriy Radchenko, ex-futebolista russo.
Giovan d’Angelo, ator espanhol.
1971
Julio César Baldivieso, ex-futebolista e treinador de futebol boliviano.
Francesco Toldo, ex-futebolista italiano.
Ali Reza Mansourian, ex-futebolista iraniano.
1972 — Gustavo Borges, ex-nadador brasileiro.
1973
Jan Ullrich, ciclista alemão.
Monica Seles, ex-tenista sérvia.
1974
Onandi Lowe, futebolista jamaicano.
Líder Paz, ex-futebolista boliviano.
1977 — Siyabonga Nomvethe, futebolista sul-africano.
1978
Christopher Wolstenholme, músico britânico.
Fábio Braz, futebolista brasileiro.
Fonsi Nieto, motociclista espanhol.
Maëlle Ricker, snowboarder canadense.
Nelly Furtado, cantora e atriz canadense.
1979 — Tiago Bernardi, futebolista brasileiro.
1980 — Marco Engelhardt, futebolista alemão.
1981
Britney Spears, cantora norte-americana.
Danijel Pranjić, futebolista croata.
1982 — Julie Coin, tenista francesa.
1983
Daniela Ruah, atriz portuguesa.
Maytê Piragibe, atriz brasileira.
Jana Kramer, atriz e cantora norte-americana.
1984 — Carlos Andrés Sánchez, futebolista uruguaio.
1985
Alberto de la Bella, futebolista espanhol.
Amaury Leveaux, nadador francês.
1986
Claudiu Keserü, futebolista romeno.
Gilmak, futebolista brasileiro.
Stéphanie Crayencour, atriz belga.
Ronald Vargas, futebolista venezuelano.
Elisa Volpatto, atriz brasileira.
1987
Isaac Promise, futebolista nigeriano.
Kyle Casciaro, futebolista gibraltino.
1988
Alfred Enoch, ator britânico.
Eduardo Windsor, Lorde Downpatrick.
1989
Matteo Darmian, futebolista italiano.
John Paul Kissock, futebolista britânico.
1990
Gastón Ramírez, futebolista uruguaio.
Emmanuel Agyemang-Badu, futebolista ganês.
1994 — Karim Rekik, futebolista holandês.
1998
Annalise Basso, atriz norte-americana.
Amber Frank, atriz norte-americana.
Falecimentos
»1455 — Isabel de Avis, Rainha de Portugal (n. 1432).
1528 — Madalena de Médici, nobre italiana (n. 1473).
1547 — Hernán Cortés, explorador espanhol (n. 1485).
1594 — Gerardo Mercator, matemático e cartógrafo belga (n. 1512).
1650 — Carlota Margarida de Montmorency, princesa de Condé (n. 1594).
1665 — Catherine de Rambouillet, anfitriã francesa (n. 1588).
1769 — Dietrich de Anhalt-Dessau (n. 1702).
1774 — Johann Friedrich Agricola, compositor, organista e pedagogo alemão (n. 1720).
1814 — Marquês de Sade, escritor francês (n. 1740).
1828 — William Hyde Wollaston, químico britânico (n. 1766).
1858 — Francisco do Monte Alverne, frade e teólogo brasileiro (n. 1784).
1918 — Edmond Rostand, poeta francês (n. 1868).
1967 — Phyllis Johnson, patinadora artística britânica (n. 1886).
1969 — José María Arguedas, escritor e antropólogo peruano (n. 1911).
1972 — Edison Carneiro, escritor brasileiro (n. 1912).
1983 — Casimiro Pinto Neto, radialista brasileiro (n. 1914).
2000 — Geraldo Pinho Alves, médico e político brasileiro (n. 1925).
2001 — Bruce Halford, automobilista britânico (n. 1931).
2002 — Arno Peters, cartógrafo e historiador alemão (n. 1916).
2003 — Norma Geraldy, atriz brasileira (n. 1907).
2005 — Wilson Toni, jornalista e político brasileiro (n. 1953).
2008
Edward Samuel Rogers, empresário canadense (n. 1933).
Pyotr Latyshev, político russo (n. 1948).
2009
Lombardi, locutor brasileiro (n. 1940).
Eric Woolfson, músico britânico (n. 1945).
Foge Fazio, jogador estadunidense de futebol americano (n. 1938).
2011 — Julia Marichal, atriz mexicana (n. 1944).
2013
Marcelo Déda, político brasileiro (n. 1960).
Pedro Rocha, treinador de futebol e futebolista uruguaio (n. 1942).
Liturgia Católica

São Cromácio – Bispo de Aquiléia (Itália)

A casa de São Cromácio era centro de atividade espiritual, de estudo, oração

Hoje a Igreja nos apresenta São Cromácio, Bispo de Aquiléia (Itália). Esta cidade da Europa, por um tempo foi muito importante para o Império Romano, que a tinha como centro político e principalmente para o Cristianismo, pois São Jerônimo a chamou: “Comunidade de santos”. Neste contexto que, no século IV, Cromácio aparece como pertencente do Clero de Aquiléia e ajudante fiel do Bispo Valeriano. Cromácio nasceu em Aquiléia no ano 345.

São Cromácio colaborou na organização da diocese e na luta contra o Arianismo, que semeava a mentira em que Jesus Cristo seria criatura escolhida, e não Deus. A casa de São Cromácio era centro de atividade espiritual, de estudo, oração e encontro de amigos sacerdotes e leigos, dispostos a cresceram para Deus. Quando Valeriano morreu, todos – Clero e o povo – não tiveram dúvida em aclamar Cromácio para Bispo de Aquiléia. Isto em 388.

Como Bispo, foi santo e sábio pastor, culto, enérgico na defesa da doutrina e incansável na evangelização dos povos, o próprio São Cromácio se destacou como pregador e escritor, além de cooperar para que São Jerônimo e Rufino trabalhassem cada um na sua tradução das Sagradas Escrituras. São Cromácio faleceu em sua cidade – Aquiléia – no ano de 408, local que jamais esqueceu deste santo Bispo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: